PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Magnus Norman não é mais técnico de Wawrinka

25/10/2017 15h07

Genebra, 25 Out 2017 (AFP) - O sueco Magnus Norman optou por deixar o cargo de técnico do suíço Stan Wawrinka para passar mais tempo com a família, anunciou nesta quarta-feira a agência Starwing, que cuida dos negócios do tenista.

"Depois de pensar muito a respeito, decidi dedicar meu futuro a minha família", escreveu o técnico em comunicado. "Com dois filhos pequenos em casa, chegou o momento de estar com eles".

Durante quatro anos de colaboração entre ambos, Stan Wawrinka conquistou três títulos de Grand Slam: o Aberto da Austrália 2014, Roland Garros 2015 e o US Open 2016. O suíço chegou ao 3º lugar do ranking ATP. Atualmente, ocupa o 9º posto.

"Eu não poderia ter trabalhado com um jogador melhor e essa foi uma das decisões mais difíceis que tomei", afirmou Norman. "Foi uma honra trabalhar com Stan, que é um grande tenista e, o que é mais importante, uma pessoa fantástica".

Wawrinka, 32 anos e operado do joelho em agosto, agradeceu ao agora ex-técnico.

"Queria agradecer Magnus pelos quatro anos maravilhosos que vivemos juntos. Sempre valorizei o trabalho e tempo que passou comigo para me fazer evoluir e ganhar três Grand Slams. Ele não era só parte da minha equipe, mas também da minha família", escreveu o tenista no mesmo comunicado.

O suíço explicou que seguirá focado em recuperar a melhor forma. "Vou tomar um tempo para decidir com minha equipe as próximas etapas", concluiu.

Esporte