PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Saída de Kluivert do PSG foi pedido de Emery a presidente

29/08/2017 14h14

Paris, 29 Ago 2017 (AFP) - "Se você quer trilhar esse caminho comigo, você precisa me escutar e mudar algumas coisas na diretoria. O presidente optou por substituir Kluivert": Unai Emery, técnico do PSG, relatou assim à revista So Foot a conversa que teve com Nasser Al-Khelaifi, no ano passado.

"No ano passado, eu sentei com o presidente e falei: 'Presidente, podemos tomar caminhos diferentes. Se você escolher trilhar esse caminho comigo, você precisa me escutar e mudar algumas coisas na diretoria'. O presidente optou por substituir Kluivert por Antero". Antero Henrique é o homem que negociou as chegadas de Neymar e, possivelmente, de Kylian Mbappé.

"Agora estamos todos na mesma sintonia. O presidente conhece minhas necessidades e, com a ajuda de Antero, ele as satisfaz. Quando cheguei, eu escutava o diretor esportivo e o presidente. Eu dizia: "OK, vocês conhecem a equipe melhor do que eu, vou confiar em vocês'. Fui passivo. Agora, isso acabou", explicou o técnico espanhol, contratado pelo PSG em junho de 2016.

O PSG demitiu o diretor de futebol, o ex-craque holandês Patrick Kluivert durante a pré-temporada e viu o diretor esportivo Olivier Létang deixar o cargo. Para seus lugares chegaram Antero Henrique, ex-dirigente do Porto, e o brasileiro Maxwell, ex-jogador do clube.

"O PSG que costuma ganhar, mas falta um algo a mais nos momentos importantes", analisou Emery à revista So Foot.

"São esses detalhes que precisam ser trabalhados, com jogadores experientes e fortes mentalmente. Nos últimos anos, o Barça e o Real Madrid ganharam várias Ligas dos Campeões. Mas não era o caso há dez ou quinze anos. Ganhar é uma aprendizagem". continuou o técnico. "O PSG está na mesma situação que Real o Barça há quinze anos".

Esporte