PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fã do Rapid Viena é condenado a 18 meses de prisão por saudação nazista

Torcida do Rapid Vienna durante amistoso contra o Chelsea - Matej Divizna/Getty Images
Torcida do Rapid Vienna durante amistoso contra o Chelsea Imagem: Matej Divizna/Getty Images

22/08/2017 15h11

Viena, 22 Ago 2017 (AFP) - Um torcedor do Rapid Viena foi condenado a 18 meses de prisão por fazer a saudação nazista nas arquibancadas do estádio do clube durante uma partida de futebol.

O ato aconteceu em agosto de 2016, quando o Rapid enfrentava o Mödling na capital austríaca.

O homem de 39 anos, que tem uma tatuagem com o número "88", um código que faz referência à oitava letra do alfabeto, 'h', e que significa "Heil Hitler", já havia sido condenado em 2013 por ter desejado, via Facebook, "feliz aniversário" ao ditador alemão.

Durante o julgamento, o réu negou ter feito o gesto durante a partida, mas não convenceu os juízes.

Adotada em 1947, a legislação austríaca é uma das mais severas da Europa no que diz respeito a punir qualquer atividade que enalteça o nazismo.

Futebol