PUBLICIDADE
Topo

Futebol Americano

Assistente da NFL é primeira técnica gay do esporte profissional nos EUA

Katie Sowers jogou futebol americano profissionalmente - Twitter/Reprodução
Katie Sowers jogou futebol americano profissionalmente Imagem: Twitter/Reprodução

22/08/2017 22h19

A treinadora assistente do time de futebol americano San Francisco 49ers, Katie Sowers, tornou-se na terça-feira a primeira técnica abertamente gay do esporte profissional masculino dos Estados Unidos.

Em uma entrevista à publicação Outsports, Sowers, que é apenas a segunda treinadora mulher de tempo integral na NFL, disse que queria ser aberta sobre sua orientação sexual para romper barreiras para a comunidade LGBT.

"Não importa o que você faz na vida, uma das coisas mais importantes é ser fiel a quem você é", disse a treinadora de 31 anos. "Há tantas pessoas que se identificam como LGBT na NFL que, como em qualquer negócio, não se sentem confortáveis em tornar pública sua orientação sexual".

"Quanto mais pudermos criar um ambiente que acolhe todo tipo de pessoa, sem importar raça, gênero, orientação sexual, religião, mais podemos ajudar a aliviar a dor e a carga que muitos levam a cada dia", acrescentou.

Sowers trabalha como assistente ofensiva dos wide receivers dos 49ers. Ela jogou futebol americano profissional na Women's Football Alliance e ajudou os Estados Unidos a conquistar o título mundial feminino e a medalha de ouro em 2013.

O técnico do San Francisco, Kyle Shanahan, tomou a decisão de manter Sowers em sua equipe de treinadores, após ficar impressionado com seu trabalhado na baixa temporada.

"Katie fez um bom trabalho para nós em Atlanta, fez um trabalho realmente bom aqui", reforçou Shanahan.

Futebol Americano