PUBLICIDADE
Topo

Esporte

TAS reduz punição e Real Madrid poderá contratar jogadores em 2017

20/12/2016 14h10

Lausana, Suíça, 20 dez 2016 (AFP) - O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), com sede em Lausana, na Suíça, reduziu nesta terça-feira em uma janela de transferências a proibição de contratação imposta pela Fifa ao Real Madrid, possibilitando ao clube merengue assinar contrato com novos jogadores em 2017.

Inicialmente, o Real Madrid do técnico Zinedine Zidane foi proibido de contratar pelas próximas duas janelas de transferências, em janeiro e no meio do ano de 2017, devido a irregularidades na contratação de jogadores menores de idade.

"Esta decisão mostra a injustiça da punição da Fifa, apesar do clube lamentar que o TAS não tenha tido coragem suficiente para revocar integralmente a punição", comentou o Real em nota.

O Real também teve a multa reduzida de 336.000 euros para 224.000 euros, informou o TAS.

O gigante de Madri foi castigado por escalar irregularmente jogadores menores de idade em várias competições entre 2005 e 2014.

A Fifa proíbe os clubes europeus de contratarem jogadores menores de idade estrangeiros, a menos que estes respeitem algumas condições.

O Atlético de Madri também foi punido em janeiro com a proibição de contratar por período de um ano, o que afeta as janelas de transferência de janeiro e agosto de 2017.

A entidade 'colchonera' também entrou com recurso no TAS e espera resposta até 1 de junho.

bur-pgr/ig/rsc/am

Esporte