PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jürgen Klinsmann é demitido da seleção dos Estados Unidos

21/11/2016 19h18

Chicago, 21 Nov 2016 (AFP) - Jürgen Klinsmann foi demitido nesta segunda-feira do cargo de técnico da seleção dos Estados Unidos que ocupava desde julho de 2011, após duas derrotas que complicaram a classificação da equipe à Copa do Mundo da Rússia-2018.

"Tomamos a difícil decisão de nos separar de Jürgen Klinsmann, treinador e diretor-técnico da seleção", anunciou a US Soccer em comunicado.

A federação norte-americana não revelou o nome do sucessor do ex-jogador alemão, mas o presidente da entidade, Sunil Gulati, concederá entrevista coletiva nesta terça-feira.

Bruce Arena, ex-técnico da seleção e atual treinador do Los Angeles Galaxy, assumiria o time de maneira interina.

Os Estados Unidos estão na última colocação da 5ª e última fase das eliminatórias da Concacaf. Os três primeiros colocados se classificam diretamente à Copa do Mundo da Rússia-2018, enquanto o quarto colocado disputará uma repescagem internacional.

Klinsmann, ex-treinador da Alemanha (2004-06) e do Bayern de Munique (2008-09), vinha sendo muito criticado desde a Copa do Mundo do Brasil em 2014, quando os Estados Unidos foram eliminados nas oitavas de final pela Bélgica (2-1).

Desde então, o ex-atacante de Stuttgart, Inter de Milão, Monaco, Bayern de Munique e Tottenham não conseguiu tirar da seleção norte-americana o que se espera dela.

A equipe terminou na decepcionante 4ª colocação da Gold Cup-2015, sediada nos Estados Unidos. Na Copa América Centenário, também em território americano, ficou com o 4º lugar.

A derrota que selou a demissão de Klinsmann, porém, aconteceu na quarta-feira, quando os Estados Unidos foram goleados por 4 a 0 pela Costa Rica, pelas eliminatórias para a Copa do Mundo.

Em entrevista ao New York Times publicada nesta segunda-feira, o técnico afirmou "não temer por seu futuro".

"estou confiante, vamos somar os pontos necessários para nos classificar e acho até que podemos ganhar o grupo", havia dito Klinsmann, que deixa seleção com 55 vitórias, 27 derrotas e 16 empates.

Esporte