PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Atletas australianos detidos no Rio por adulterar credenciais

20/08/2016 12h35

Rio de Janeiro, 20 Ago 2016 (AFP) - Nove atletas olímpicos australianos foram detido na madrugada deste sábado por adulterar suas identificações para tentar assistir a partida pelas semifinais de seu país contra a Sérvia no basquete.

"Os atletas adulteraram as credenciais para tentar entrar na arena em que a Austrália estava jogando com a Sérvia no Parque Olímpico", informou a polícia do Rio em um comunicado, acrescentando que os atletas chegaram a ter seus passaportes retidos.

Nove australianos foram acusados pelo crime de uso de documentos falsos, segundo o comunicado, e este crime é punido com prisão, em um processo que teria início daqui a três semanas.

A alternativa foi uma audiência acelerada e realizada durante a madrugada no Juizado do Torcedor e dos Grandes Eventos, que aplicou para cada atleta uma fiança de dois anos por bom comportamento e fixou uma multa 10.000 reais para cada um, explicou o Comitê Olímpico Australiano (COA) em um comunicado.

Segundo o COA, os atletas não ficaram com antecedentes criminais.

O grupo incluía atletas do ciclismo, rúgbi, arco e flecha, hóquei e canoagem, informou ainda o COA.

"Os atletas queriam apoiar seus colegas, não estavam tentando fraudar ninguém, ninguém sofreu perdas materiais e ninguém foi prejudicado como resultado do incidente", defendeu a chefe adjunta da delegação australiana, Fiona de Jong.

Um porta-voz do comitê olímpico do Rio caracterizou o ocorrido como "um incidente menor".

Esporte