PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Uruguaio Giménez sente a coxa e vira dúvida para duelo com o Brasil

19/03/2016 17h28

Madri, 19 Mar 2016 (AFP) - A seleção uruguaia corre sério risco de enfrentar o Brasil sem sua dupla de zaga titular nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, com a lesão José Giménez, do Atlético de Madri, neste sábado, na derrota por 2 a 1 para o Las Palmas.

Na próxima sexta-feira, na Arena Pernambuco, 'Celeste' já não poderá contar com o parceiro de zaga de Giménez no clube 'colchonero', o capitão Diego Godín, que sofreu uma lesão no bíceps femoral e ficará um mês fora dos gramados.

"José María Giménez não pôde terminar a partida no El Molinón, e, depois dos primeiros exames, os médicos diagnosticaram uma lesão no músculo isquio-tibial posterior da coxa direita", explicou o Atlético num comunicado.

"O zagueiro uruguaio se machucou nos últimos minutos da partida, ao tentar recuperar uma bola perto da lateral", acrescentou o comunicado.

O clube ainda avisou que Giménez será submetido a novos exames "nas próximas horas" para determinar a gravidade da lesão.

"Ele me disse que sentiu um estalo, mas não podemos quebrar ainda mais o que já está quebrado. Temos que ter a capacidade de interpretar as situações, e a parte humana é sempre mais importante que qualquer outra", comentou o técnico do Atlético, Diego Simeone, referindo-se ao fato do zagueiro ter insistido para terminar a partida.

"Estamos felizes porque hoje, temos apenas um jogador machucado", ironizou o treinador argentino, cujo elenco tem sido dizimado por lesões nas últimas semanas.

O jovem zagueiro ainda é dúvida para a partida, mas o Uruguai tem, além de Godín, outro desfalque certo na sua defesa contra o Brasil, Emiliano Velázquez, do Getafe.

bur-kca/dr/lg

Esporte