PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Marcelo Bielsa descartado para voltar a ser técnico do Chile

24/01/2016 17h35

Santiago, 24 Jan 2016 (AFP) - O técnico argentino Marcelo Bielsa foi descartado neste domingo pelo presidente da Federação Chilena de Futebol, Arturo Salah, para voltar a assumir a seleção do país, antes da continuação das eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia-2018.

"Descartamos a opção por Bielsa. Estamos buscando mais alternativas", afirmou Salah à imprensa local, antes de viajar ao Paraguai, onde participará do Congresso da Conmebol, no qual se elegerá um novo presidente da entidade.

Bielsa, que treinou o Chile entre 2007 e 2011, provocando uma revolução na equipe ao dar ao time uma forma de jogo ofensiva e baseada na velocidade, era a principal opção para substituir o compatriota Jorge Sampaoli, que deixou a 'Roja' depois de conquistar a Copa América-2015.

Sampaoli se declarou um seguidor da escola 'Bielsista' e deu sequência ao esquema de jogo do lendário colega.

O também argentino Eduardo Berizzo é a nova principal opção do Chile, apesar de ter afirmado que não estará disponível até junho, já que pretende respeitar o vínculo com o Celta de Vigo, da Espanha.

A imprensa chilena também cogitou os nomes do argentino Marcelo Gallardo, atual treinador do River Plate, do mexicano Miguel Herrera e dos uruguaios Sergio Markarián e Martín Lasarte.

O Chile precisa urgentemente encontrar um novo técnico para a equipe, que volta a disputar as eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia-2018 a partir de março, quando enfrentar Argentina e Venezuela.

Esporte