Dora é vice em El Salvador, mas entra na briga pelo título mundial de surfe

Yago Dora deu um show em El Salvador, mas acabou ficando com o vice-campeonato da etapa ao perder - em disputa apertada - a final para o havaiano John John Florence, líder do ranking. Porém, com o desempenho, o brasileiro deu um incrível salto na tabela e entrou na briga pelo título mundial de surfe.

O que aconteceu

John John Florence venceu Yago Dora por 16,33 a 14,44. O havaiano aproveitou bem o início da bateria e, com duas boas ondas, somou um 8,50 e um 7,83. O brasileiro demorou a reagir, fez um 4,67 mas, em uma performance incrível, conseguiu um 9,77, voltando para a disputa. No entanto, o mar de Punta Roca deu uma trégua nos dez minutos finais, o que beneficiou o líder do ranking a manter a vitória.

Dora pulou para a oitava posição no ranking da World Surf League (WSL). Os cinco primeiros se classificam para a chamada "Finals", que é a etapa em Trestles (EUA) que define o campeão mundial.

O brasileiro tem escalado o ranking da WSL. Isso porque ele foi o último no corte que define o restante dos surfistas na temporada, se classificando em 22º.

Além de Dora, agora mais dois brasileiros estão com chances de disputar a Finals: Gabriel Medina, que está em sexto, e Ítalo Ferreira, que está em sétimo.

Medina parou nas semifinais de El Salvador justamente para Yago. Já Ítalo foi eliminado ainda na repescagem.

O quinto colocado do ranking é o sul-africano Jordy Smith, que soma 24.970 pontos. Medina, em sexto, tem 24.235; Ítalo, em sétimo, tem 24.045; já Dora, em oitavo, soma 23.835.

A próxima etapa é em Saquarema (RJ) e o trio chega vivo para entrar no top 5. São esperadas milhares de pessoas, assim como nos anos anteriores. A janela está marcada para 22 a 30 de junho, na praia de Itaúna.

Deixe seu comentário

Só para assinantes