PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Leclerc vidente e Hamilton provocador: as frases do GP da Grã-Bretanha

Com Charles Leclerc à direita, Carlos Sainz comemora vitória no GP da Grã-Bretanha com profissionais da Ferrari - Dan Mullan/Formula 1 via Getty Images
Com Charles Leclerc à direita, Carlos Sainz comemora vitória no GP da Grã-Bretanha com profissionais da Ferrari Imagem: Dan Mullan/Formula 1 via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

04/07/2022 04h00

O GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1 foi um dos mais caóticos dos últimos tempos. Da temporada, não há dúvida: começou com um grave acidente que envolveu seis carros, levou dois pilotos para o hospital e tirou três logo de cara da prova. E terminou com a vitória inédita do espanhol Carlos Sainz, que no mesmo fim de semana também conseguiu a primeira pole position. Os sorrisos e a emoção do espanhol depois da bandeirada final foram inevitáveis.

Eu não sei o que dizer, é realmente maravilhoso, minha primeira vitória depois de 150 corridas. Eu não poderia pedir mais do que isso, nunca vou esquecer esse fim de semana."

A corrida de Sainz foi emoção pura. Ele largou em primeiro, perdeu a liderança na décima volta para Max Verstappen por um erro individual, recuperou na 13ª, cedeu a Charles Leclerc na 31ª e retomou a dez voltas do fim depois do acionamento do safety car e troca de pneus nos boxes.

"Consegui me manter na primeira colocação, mas não foi fácil. Tive muita dificuldade com o balanço do carro na primeira parte da corrida. O Verstappen me fez acelerar muito na parte rápida e acabei me atrapalhando. Mas no fim o safety car me deu uma oportunidade. Você pode imaginar meus nervos como estavam para brigar pela vitória (risos). Então queria agradecer a todos vocês [torcida], porque Silverstone tem sido especial para mim. Minha primeira corrida vencida pela Fórmula BMW foi aqui, agora pole e a corrida, é um lugar muito especial para mim", disse o piloto de 27 anos.

Sainz - Reprodução - Reprodução
O espanhol Carlos Sainz comemora sua primeira vitória na F1, no GP da Inglaterra, em Silverstone
Imagem: Reprodução

Neste fim de semana para não esquecer de Carlos Sainz, quem ficou pelo caminho foi seu companheiro Charles Leclerc. Na hora do safety car, a Ferrari chamou Sainz para troca de pneus, mas ignorou o monegasco. Hamilton, Verstappen e Perez também fizeram a troca. Na hora em que soube das novidades via rádio, Leclerc já adivinhou tudo.

Hm, isso vai ser difícil para mim."

E foi mesmo. Leclerc foi passado por Sergio Perez e Lewis Hamilton e terminou a corrida em quarto lugar por causa da estratégia da Ferrari.

Além do erro estratégico, a equipe italiana ainda observou o que seu piloto Carlos Sainz considera uma retomada da Mercedes na temporada. Foi o segundo pódio consecutivo de Lewis Hamilton numa corrida em que ele chegou a beliscar até o segundo lugar, além de empilhar voltas mais rápidas em Silverstone. Na sala dos vencedores, Sainz fez um comentário elogioso.

Vocês [Mercedes] estão oficialmente de volta."

Hamilton alfineta Verstappen

Hamilton - Clive Rose/Getty Images - Clive Rose/Getty Images
Lewis Hamilton foi terceiro colocado do GP da Grã-Bretanha, repetindo o que fez no Canadá
Imagem: Clive Rose/Getty Images

Terceiro colocado no GP da Grã-Bretanha, Lewis Hamilton elogiou Charles Leclerc na disputa por posições que eles travaram em boa parte da corrida. Em entrevista à Sky Sports, ele aproveitou para alfinetar Max Verstappen, que fechou a prova em sétimo por causa de um problema mecânico e com quem disputou curva a curva o título da temporada passada, vencido pelo holandês.

Charles fez um grande trabalho, foi uma grande disputa, é um piloto muito sensato. Claramente muito diferente do que experimentei no ano passado. Na Copse, por exemplo, brigamos sem problema nenhum, sabe? Grande disputa, incrível."

Vejamos: foi na curva de Copse o acidente do GP de 2021 em que Hamilton e Verstappen se envolveram, e o holandês precisou abandonar. O inglês venceu naquela oportunidade, o que não conseguiu desta vez. Mas explicou:

"Dei meu máximo, estava seguindo as Ferrari, mas Sainz estava rápido demais para mim. No fim tive uma briga com Checo [Sergio Perez], mas estou agradecido, porque nos aproximamos dos carros da frente e agora vamos para a próxima. O que deu errado hoje é que perdemos um pouco de tempo na parada de boxe, eu estava me recuperando, num ritmo bom, mas quando você tem carros da Red Bull atrás eles são rápidos nas retas. Temos melhorias a fazer, mas estou feliz."

Se Hamilton terminou o domingo feliz, imagine Sergio Perez? O carro do mexicano foi afetado por um toque de Leclerc logo no começo. Isso lhe obrigou a ir para os boxes e voltar na 16ª posição. Numa corrida de recuperação, ele fechou o GP em segundo e comemorou.

Foi uma grande recuperação, depois de tudo o que aconteceu. No fim a oportunidade que eu queria apareceu, e sabia que seria uma bela disputa com Leclerc. Nós não desistimos, fui para último lugar e me recuperei a partir dali."

Pódio - Jose Hernandez/Anadolu Agency via Getty Images - Jose Hernandez/Anadolu Agency via Getty Images
Sergio Perez, Carlos Sainz e Lewis Hamilton no pódio do GP da Grã-Bretanha
Imagem: Jose Hernandez/Anadolu Agency via Getty Images

Verstappen mala no rádio

Chamaram atenção durante a corrida as várias reclamações de Max Verstappen no rádio da Red Bull. O holandês conseguiu liderar a prova durante duas voltas, mas um problema mecânico o fez perder pressão na traseira e atrapalhou a prova. Foi cogitado o abandono, mas ele seguiu. E seguiu reclamando.

Tem alguma coisa errada. Sinto que meu carro está 100% quebrado."

Vocês precisam fazer alguma coisa, não tenho qualquer aderência."

Não sei porque colocaram esse pneu em mim. Parece que estou andando no gelo."

Verstappen - Mark Thompson/Getty Images/Red Bull - Mark Thompson/Getty Images/Red Bull
Max Verstappen terminou em sétimo lugar o GP da Grã-Bretanha realizado ontem (3)
Imagem: Mark Thompson/Getty Images/Red Bull

Zhou diz que foi salvo pelo halo

Logo na largada, o chinês Guanyu Zhou, da Alfa Romeo, capotou o carro e foi parar depois da barreira de proteção, ainda com o carro virado. Após a corrida, Zhou postou foto em uma rede social tranquilizando os fãs e ressaltando a importância do halo: "Eu estou ok, tudo bem. Halo me salvou hoje. Obrigado a todos por suas mensagens gentis".

As próximas emoções da Fórmula 1 já estão marcadas para o próximo domingo (10), na Áustria.

Fórmula 1