PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Filipinho dá show, vence com nota 10 e é tetra da etapa do Brasil de surfe

Filipe Toledo comemora título da etapa brasileira do Circuito Mundial de Surfe, em Saquarema - Thiago Diz/World Surf League
Filipe Toledo comemora título da etapa brasileira do Circuito Mundial de Surfe, em Saquarema Imagem: Thiago Diz/World Surf League

Gustavo Setti

Do UOL, em Saquarema (RJ)

28/06/2022 12h29

Filipe Toledo é o grande campeão do Oi Rio Pro 2022, etapa brasileira do Circuito Mundial de Surfe. O surfista de Ubatuba bateu o também brasileiro Samuel Pupo com direito a nota 10 na final na praia de Itaúna, em Saquarema, e conquistou o evento realizado no Brasil pela quarta vez na carreira.

Antes de 2022, Filipinho foi campeão em 2015, no Rio de Janeiro, e venceu em Saquarema em 2018 e 2019. Com a vitória deste ano, ele conquistou o título das últimas três edições do evento no local. A etapa não foi realizada em 2020 e 2021 devido à pandemia da covid-19.

Depois de um início de bateria morno, Filipe conquistou uma nota 10 com um aéreo gigante que levou a torcida na areia em Itaúna à loucura. Mais tarde, ele pegou mais uma ótima onda e recebeu 8,67, deixando Samuel para trás na combinação.

Depois, o surfista de Ubatuba pegou um tubo, completou com uma manobra forte e ganhou nota 7,33, que não foi suficiente para ampliar a vantagem. Já Samuel sofreu para encontrar boas ondas e teve uma nota boa apenas (8,00) em sua última onda, terminando com 10,73 no somatório, contra 18,67 de Filipinho.

O domínio de Filipe na bateria impressionou Gabriel Medina, que foi eliminado precocemente na segunda rodada em Saquarema. "Filipinho não sabe brincar", escreveu o tricampeão mundial.

"Grato a Deus, o que vem na minha vida é lucro. Depois desse momento difícil [pandemia], estar aqui não tem preço. O título fica no Brasil. A gente mostrou com classe que os brasileiros mandam aqui", exclamou o tetracampeão da etapa brasileira, no pódio.

"A final é o momento em que não temos mais nada a perder. Estava tentando salvar o melhor pro final, acabou que deu certo. Estou feliz pelo Samuel, pelos brasileiros. Queria agradecer meu time", acrescentou, emocionando-se diante da multidão. "Obrigado por todo suporte. Essa aqui é para nós e temos que comemorar", completou o surfista.

Filipe é o atual líder do ranking mundial e já tem vaga garantida no WSL Finals, evento entre os cinco primeiros do ranking que decidirá o campeão da temporada em setembro, nos Estados Unidos.

O surfista de Ubatuba também é o atual vice-campeão mundial. Ele perdeu a grande decisão do Finals de 2021 para Gabriel Medina.

Após a etapa em Saquarema, o Circuito agora passa por África do Sul (julho) e Taiti (agosto) antes do Finals.

Carissa é campeã com virada no fim

Filipe Toledo - Daniel Smorigo/World Surf League - Daniel Smorigo/World Surf League
Havaiana Carissa Moore foi a campeã do feminino em Saquarema
Imagem: Daniel Smorigo/World Surf League

A vencedora da chave feminina em Saquarema foi a havaiana Carissa Moore. A campeã olímpica e pentacampeã mundial venceu a francesa Johanne Defay com um final emocionante.

Carissa perdia até o minuto final, mas pegou uma última onda que rendeu nota 9,50 e a virada contra Defay. No fim, a havaiana venceu por 15,43 pontos, contra 12,33 de Johanne.

Carissa ainda eliminou Tatiana Weston-Webb, única brasileira no feminino em Saquarema, na semifinal.

Esporte