PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Medina busca primeira vitória no Brasil em local onde a irmã já foi campeã

Gabriel Medina busca título em Saquarema, onde a irmã, Sophia, já foi campeã - Reprodução/Instagram
Gabriel Medina busca título em Saquarema, onde a irmã, Sophia, já foi campeã Imagem: Reprodução/Instagram

Gustavo Setti

Do UOL, em São Paulo

22/06/2022 04h00

Gabriel Medina ainda não sabe o que é vencer uma etapa do Circuito Mundial de Surfe no Brasil. O surfista de Maresias já foi campeão de quase 20 eventos do primeiro escalão do surfe, mas nenhum em casa.

De 2012 a 2016, Medina disputou a etapa brasileira do Circuito realizada no Rio de Janeiro. O melhor resultado dele foi o terceiro lugar (2013 e 2016). Desde 2017, o evento ocorre em Saquarema, onde o tricampeão mundial nunca passou das quartas de final.

O curioso é que a irmã dele, Sophia Medina, já foi campeã na Região dos Lagos. Em novembro de 2021, a surfista de então 16 anos conquistou o título do QS de Saquarema, etapa da divisão de acesso, disputado na praia de Itaúna, palco principal do evento deste ano do Circuito Mundial.

Sophia Medina - WSL / TONY D'ANDREA - WSL / TONY D'ANDREA
Sophia Medina foi campeã do QS de Saquarema no ano passado
Imagem: WSL / TONY D'ANDREA

Na época, Medina se emocionou com o título mais importante da carreira de Sophia até então. Ele postou uma foto com os olhos marejados.

"Campeã!!!! Vitória de gente grande. Orgulho!!! Primeira vitoria no WQS, não tem como não lembrar de quando eu comecei! Te amo, Sophia", publicou Gabriel.

Medina precisa ir bem em Saquarema para manter vivo o sonho de chegar ao top 5 e se classificar para o WSL Finals, que decidirá o título mundial deste ano, em setembro. Ele abriu mão da primeira metade da temporada para cuidar da saúde física e mental e agora corre atrás do prejuízo.

Atualmente, o brasileiro soma 13.230 pontos, na 23ª colocação, contra 28.110 do japonês Kanoa Igarashi, atual quinto colocado. O vencedor da etapa de Saquarema ganha 10.000 pontos. Nos dois eventos desde seu retorno, Medina chegou na semifinal em ambos. Depois do Brasil, o Circuito Mundial ainda passa por África do Sul (julho) e Taiti (agosto) antes da final.

Saquarema volta a receber uma etapa da elite três anos depois da última edição. O evento não foi realizado em 2020 e 2021 por causa da pandemia da covid-19. A janela do Oi Rio Pro começa amanhã e vai até a próxima quinta-feira (30).

Esporte