PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Rômulo Mendonça pega covid e narra jogos das finais da NBA em hotel nos EUA

Rômulo Mendonça narrou jogos das finais da NBA dentro de hotel após ser diagnosticado com a covid-19 - Divulgação/Grupo Disney
Rômulo Mendonça narrou jogos das finais da NBA dentro de hotel após ser diagnosticado com a covid-19 Imagem: Divulgação/Grupo Disney

Gustavo Setti e Patrick Mesquita

Do UOL, em São Paulo

14/06/2022 12h57

O narrador Rômulo Mendonça, da ESPN, foi diagnosticado com covid-19 nos Estados Unidos e precisou narrar os dois últimos jogos das finais da NBA em isolamento, no quarto do hotel onde está hospedado.

O UOL Esporte apurou que Rômulo já não estava no ginásio no jogo 4 entre Boston Celtics e Golden State Warriors, que aconteceu na última sexta-feira, em Boston, e o mesmo aconteceu na partida número 5, realizada na noite de ontem, em San Francisco.

Em contato com a reportagem, a ESPN diz que Rômulo está bem e assintomático. Em caso de resultado negativo em um novo teste, o narrador voltará ao ginásio no jogo 6, que será realizado na quinta-feira, novamente em Boston.

"Rômulo Mendonça testou positivo para COVID-19 e, seguindo todos os protocolos de segurança, a narração das duas últimas partidas das finais da NBA foram realizadas de forma remota. O profissional encontra-se bem, está assintomático e cumprindo isolamento no hotel", disse o canal em um comunicado enviado ao UOL.

O diagnóstico veio horas antes do jogo 4 da decisão, o que deixou a equipe da ESPN enviada aos EUA tensa e com medo de mais casos positivos. Naquele momento havia a chance de os Celtics abrirem 3 a 1 na série decisiva, o que poderia acontecer sem a presença in loco dos enviados.

Quem acompanhou o jogo 5 pela ESPN e Star+, ontem, notou que Rômulo teve problemas técnicos com o áudio e foi substituído pelo narrador substituto, Matheus Suman, que está no Brasil.

Já o repórter Mendel Bydlowski e o comentarista Guilherme Giovannoni participaram da transmissão direto do Chase Center, casa dos Warriors. Eles não tiveram problemas com o áudio.

No fim do jogo de ontem, Rômulo pediu desculpas aos telespectadores da ESPN e afirmou que se explicaria mais para frente sobre os problemas técnicos, mas não falou sobre ter testado positivo para covid-19.

"Obrigado, Suman. Peço desculpas ao fã do esporte pelas questões técnicas. Mas vamos fechar aqui, na raça, na dedicação. Você, que perguntou nas redes sociais onde está o Rômulo, eu estou aqui. Depois, com calma, faço toda uma contextualização desses últimos dias aqui nos Estados Unidos. Peço novamente sua compreensão pela questão de hoje e depois explico", afirmou o narrador.

No jogo 4, na última sexta-feira, Rômulo já havia sido diagnosticado com a doença e estava isolado, mas não teve problemas com o áudio e conseguiu narrar a partida.

Confira na íntegra o posicionamento da ESPN:

Rômulo Mendonça testou positivo para COVID-19 e, seguindo todos os protocolos de segurança, a narração das duas últimas partidas das finais da NBA foram realizadas de forma remota. O profissional encontra-se bem, está assintomático e cumprindo isolamento no hotel.

Na partida de ontem (13), alguns problemas técnicos no áudio do Rômulo atrapalharam a transmissão por um período do jogo. Nesse momento, entrou do Brasil o narrador Matheus Suman para dar continuidade à partida. Para o jogo 6, na quinta-feira (16), Rômulo fará novo teste para Covid e, em caso de resultado negativo, retornará às transmissões direto do ginásio.

A saúde e segurança de todos os nossos profissionais são sempre prioridade para a Companhia. Todo o time envolvido nas finais da NBA 21/22, trabalhando direta ou indiretamente com a cobertura, é testado regulamente priorizando a segurança de todos.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrario do publicado, o Boston Celtics não seria campeão da NBA caso abrisse 3 a 1 sobre o Golden State Warriors, pois são necessárias quatro vitórias para conquistar o título. A informação foi corrigida.

UOL Esporte vê TV