PUBLICIDADE
Topo

Paparazzi

Ferrari, ostentação e revoada: ex-City revela como torrava R$ 1,5 mi no mês

A Ferrari 458 Speciale é um dos modelos que Micah Richards comprou - Divulgação
A Ferrari 458 Speciale é um dos modelos que Micah Richards comprou Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo (SP)

13/05/2022 09h51

O ex-lateral-direito Micah Richards, que jogou por muitos anos no Manchester City, hoje é comentarista na Sky Sports, BBC e CBS na televisão inglesa, mas relembrou em uma entrevista a vida de luxo que teve quando assinou seu primeiro contrato profissional com os Citizens com apenas 17 anos.

"Imagine passar de 500 libras por semana para cinco mil. E então de cinco mil, para 50 mil por semana. Você ainda recebia bônus, dinheiro por aparições, taxa de assinatura que se espelhava pela duração do contrato. Uma vez eu recebi um pagamento de 250 mil dólares (R$ 1,2 milhão na cotação atual) por um mês. Eu olhava a minha folha de pagamento e pensava: 'Como?'. O que você pode fazer?", disse em entrevista ao site 'The Athletic'.

"Eu sei o que eu fiz. Fui direto e comprei uma Ferrari. Eu já tinha um Range Rover e um Aston Martin, mas pensei: 'Está na hora'. Comprei uma Ferrari F430. Em seguida, uma 458 Speciale", acrescentou.

O luxo dos carros não era suficiente para Richards. O ex-jogador disse que comprou uma casa gigante para não ficar atrás na comparação com seus companheiros de equipe.

"Comprei uma casa de sete quartos, que custava 3 milhões de libras (R$ 18,7 milhões na cotação atual) e estava morando com dois irmãos, dois primos e meu melhor amigo. Onde eu morava já era mais do que suficiente, mas isso é o que acontece quando você é um jogador de futebol. É sempre 'quem te a melhor casa?', 'quem tem o melhor carro?'. Você sempre quer mais", lembrou.

A gota d'água para a vida luxuosa do jogador aconteceu em uma viagem para Los Angeles, nos Estados Unidos. Richards disse que gastou 150 mil dólares (R$ 770 mil) em uma noite, e foi quando percebeu que se continuasse naquele ritmo ficaria sem dinheiro ao encerrar sua carreira.

"Foram mais de 150 mil dólares gastos em uma noite. Era muito exagerado. Nós só queríamos a maior garrafa [de champanhe]. Foi nesse momento que minha mentalidade mudou. Voltei pra casa dizendo: Não posso mais fazer isso. Não posso. Vou acabar sem dinheiro", concluiu.

Micha Richards encerrou sua carreira em 2019, com apenas 31 anos, após uma longa batalha contra uma lesão no joelho. Além do City, ele defendeu a Fiorentina e o Aston Villa.

Foram três títulos conquistados pelo City: uma Copa da Inglaterra (2010/11) e dois Campeonatos Inglês (2011/12 e 2013/14).

Paparazzi