PUBLICIDADE
Topo

Vôlei

Cruzeiro domina Minas, vence jogo decisivo e é hepta da Superliga

Wallace (esquerda) comemora ponto do Sada Cruzeiro contra o Minas, no terceiro jogo da final da Superliga - Divulgação/Sada Cruzeiro
Wallace (esquerda) comemora ponto do Sada Cruzeiro contra o Minas, no terceiro jogo da final da Superliga Imagem: Divulgação/Sada Cruzeiro

Do UOL, em São Paulo

08/05/2022 12h23

O Sada Cruzeiro é o grande campeão da Superliga masculina de vôlei. A equipe celeste venceu o Minas Tênis Clube por 3 sets a 0 (parciais de 25-20, 36-34 e 25-20), hoje, no terceiro e decisivo jogo da final, no ginásio do Sabiazinho, em Uberlândia.

As duas primeiras partidas da decisão foram muito parelhas. No primeiro duelo, o Cruzeiro venceu por 3 sets a 2, mas viu o Minas devolver na mesma moeda e levar a vitória no segundo jogo também por 3 a 2. Hoje, porém, só deu Cruzeiro.

Com o título, o time celeste conquista a Superliga pela sétima vez, a primeira desde a temporada 2017-18, e faz uma temporada impressionante em 2021-22. Agora, são cinco títulos. Além da Superliga, o Cruzeiro foi campeão do Mundial, do Campeonato Mineiro, da Supercopa e do Sul-Americano.

O jogo

O Sada Cruzeiro abriu 12 a 5 no começo do primeiro set. A vantagem diminuiu ao longo da parcial, mas o time celeste conseguiu fechar em 25-20 após toque na rede do bloqueio do Minas.

O segundo set começou mais disputado, sem que nenhum dos times conseguisse abrir mais de dois pontos de vantagem na liderança. O Minas fez 9 a 7, mas viu o Cruzeiro passar à frente por 13 a 12 após Wallace explorar o bloqueio.

Mais tarde, o time celeste contou com bloqueio para abrir dois de vantagem quando vencia por 22 a 20, mas viu o Minas empatar por 23 a 23. Depois de grande duelo ponto a ponto, o Cruzeiro finalmente conseguiu fechar com 36 a 34 graças a Rodriguinho, que atacou o bloqueio no último ponto.

O Minas sentiu a derrota na segunda parcial e demorou para entrar no terceiro set. Do outro lado, o Cruzeiro abriu seis pontos de vantagem e aí já era tarde para o Minas, que até lutou, diminuiu a vantagem do adversário, mas não impediu a vitória do rival por 25 a 20.

Vôlei