PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Leclerc é pole em dobradinha da Ferrari no GP de Miami; Verstappen em 3º

Charles Leclerc comemora a pole position no GP de Miami; ele marcou 1m28s796 no Q3 - Reprodução/@F1
Charles Leclerc comemora a pole position no GP de Miami; ele marcou 1m28s796 no Q3 Imagem: Reprodução/@F1

Do UOL, em São Paulo

07/05/2022 18h02

O atual líder do mundial de pilotos da Fórmula 1 Charles Leclerc garantiu a pole position do GP de Miami no treino classificatório que rolou hoje (7) à tarde, nos Estados Unidos. Ele marcou 1m28s796. A Ferrari completa a primeira fila com Carlos Sainz na segunda colocação.

Max Verstappen, da Red Bull, foi o primeiro a baixar de 1min29s na sessão, mas vai largar na terceira posição na corrida inaugural do Circuito Internacional de Miami. O atual campeão mundial se viu em uma disputa apertada com os ferraristas — com menos de dois centésimos separando os três primeiros. Já o heptacampeão Lewis Hamilton ficou em sexto no Q3, uma de suas melhores marcas na temporada.

Os carros da Mercedes, aliás, sofreram ao longo do treino de classificação. Lewis Hamilton precisou ir aos boxes para trocar pneus e evitar a eliminação no Q3, tendo de se contentar com o sexto lugar. Já George Russell não resistiu ao Q2 e vai largar em 12º. Más notícias num fim de semana em que a equipe alemã ensaiava uma reação.

A corrida rola neste domingo a partir de 16h30 (de Brasília).

Q3: viradas emocionantes

As Ferraris começaram com tudo, com Leclerc marcando 1m29s055 e Sainz somente 0s016 atrás. A felicidade durou pouco, até Max Verstappen registrar 1m28s991 e assumir a liderança do Q3 com o primeiro tempo abaixo da casa de 1m29s. Diferença baixíssima, de 0s080, entre os melhores carros do sábado. Já na reta final, Sainz e Leclerc arrebentaram a vantagem do holandês e garantiram a primeira fila com os tempos de 1m28s986 para o espanhol e 1m28s796 do pole position da tarde.

Curiosamente, o treino classificatório ocorreu sem acidentes e bandeira vermelha, ao contrário dos três treinos livres anteriores. Os pilotos têm reclamado do asfalto em Miami nos últimos dias.

1º - Charles Leclerc (MON/Ferrari)
2º - Carlos Sainz (ESP/Ferrari)
3º - Max Verstappen (HOL/Red Bull)
4º - Sergio Perez (MEX/Red Bull)
5º - Valtteri Bottas (FIN/Alfa Romeo)
6º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
7º - Pierre Gasly (FRA/AlphaTauri)
8º - Lando Norris (ING/McLaren)
9º - Yuki Tsunoda (JAP/AlphaTauri)
10º - Lance Stroll (CAN/Aston Martin)

Q2: duelo cabeça a cabeça

Não havia tempo a perder: dois minutos depois da bandeirada, todos os pilotos já tentavam abrir voltas rápidas. Sainz começou bem, mas Verstappen logo marcou 1m29s202. Sergio Perez anotou 0.4s a menos, na segunda colocação. Para provar que o duelo entre Red Bull e Ferrari pelos melhores tempos era apertado e emocionante, Leclerc buscou 1min29s130, a volta mais rápida do Q2.

Na busca pela sobrevivência, George Russell precisou abortar uma volta por perder o controle da Mercedes por um instante, foi aos boxes, retornou e conseguiu o tempo de 1min30s173. Não foi suficiente para se garantir no Q3 numa tarde difícil para a equipe britânica. Outros que tentaram, mas não conseguiram, foram os seguintes:

Russell - Jared C. Tilton/Getty Images via AFP - Jared C. Tilton/Getty Images via AFP
George Russell durante o treino de classificação do GP de Miami: fora do Q3 de novo na temporada
Imagem: Jared C. Tilton/Getty Images via AFP

11º - Fernando Alonso (ESP/Alpine)
12º - George Russell (ING/Mercedes)
13º - Sebastian Vettel (ALE/Aston Martin)
14º - Daniel Ricciardo (AUS/McLaren)
15º - Mick Schumacher (ALE/Haas)

Q1: sofrimento de Hamilton

A contagem regressiva para o Q1 começou com o tempo quente e úmido em Miami, já em fim de tarde. Passaram pouco mais de cinco minutos na pista até Max Verstappen marcar o tempo de 1min30s235 e assumir o topo. Os tempos começaram a diminuir, Carlos Sainz passou o holandês e logo na sequência Charles Leclerc deu a resposta com 1min29s474.

Fora da disputa no topo, Lewis Hamilton foi para os boxes trocar pneus na reta final do Q1. Queria tentar uma volta rápida que evitasse a eliminação precoce. Conseguiu 1min30s388, saltou de 17º para o quinto melhor tempo e respirou aliviado. Foram eliminados os seguintes pilotos:

Hamilton - Reprodução/@F1 - Reprodução/@F1
Lewis Hamilton troca pneus nos boxes durante o Q1 do treino de classificação do GP de Miami
Imagem: Reprodução/@F1

16º - Kevin Magnussen (DIN/Haas)
17º - Zhou Guanyu (CHN/Alfa Romeo)
18º - Alexander Albon (TAI/Willians)
19º - Nicholas Latifi (CAN/Williams)
Não participou - Esteban Ocon (FRA/Alpine)

Ocon larga em último

O francês Esteban Ocon não participou da classificação e vai começar a corrida deste domingo em último. Mais cedo, no terceiro treino livre, sua Alpine deu uma pancada seca de lado na curva 14 e lhe obrigou a abandonar a sessão. A paralisação das atividades durou cerca de 15 minutos. O chassi foi comprometido e precisará ser trocado. A Alpine prometeu trabalho duro ao longo da noite e afirmou que Ocon vai participar da corrida.

Errata: o texto foi atualizado
Ao contrário do publicado, a Mercedes é uma equipe alemã, e não britânica. A informação foi corrigida.

Fórmula 1