PUBLICIDADE
Topo

Vôlei

Thaisa destaca superação, e Macris, aprendizado em tricampeonato do Minas

Thaísa, do Minas, durante jogo contra o Praia Clube pela Superliga - Wander Roberto/Inovafoto/CBV
Thaísa, do Minas, durante jogo contra o Praia Clube pela Superliga Imagem: Wander Roberto/Inovafoto/CBV

Do UOL, em São Paulo

29/04/2022 23h58

Bicampeã olímpica de vôlei, Thaisa adicionou mais um título a sua vasta galeria. A central foi um dos destaques do Minas na vitória por 3 sets a 1 sobre o Praia Clube, hoje, que rendeu o tricampeonato consecutivo da Superliga feminina.

Durante a festa do título, ainda na quadra do ginásio Nilson Nelson, em Brasília, Thaísa destacou a dura temporada da equipe, assim como sua superação pessoal para voltar ao time para os playoffs após lesão na fíbula direita no início de janeiro.

"A temporada foi dura, foi muito dificil. Eu que sei, porque fiquei dois meses afastada e voltei para os playoffs tendo que corresponder. A gente se fechou como equipe e deu tudo certo", falou Thaisa em entrevista ao Sportv.

Sua companheira de time Macris —eleita melhor jogadora desta Superliga— exaltou a força da equipe mineira.

"Eu estou muito feliz, muito grata. A força da equipe fez a diferença. Foi um aprendizado gigantesco para essa equipe, porque a gente saiu de uma dificuldade muito grande, foi um esforço diário para chegar à fase final mais forte", disse.

Maior pontuadora do segundo jogo da final, Kisy viu o título como melhor presente e destacou a parceria com a experiente Sheilla, que atuou como auxiliar técnica da equipe nesta temporada.

"Quero agradecer a Deus, ao time, não sei nem expressar o que estou sentindo agora. A gente mereceu, trabalhou duro para isso. Melhor presente que todo mundo podia receber. (...) A Sheilla caiu do céu para mim. Ela me ajuda a todo o momento. Eu tenho muita sorte por tê-la ao meu lado", falou a jogadora de 22 anos.

Minas domina seleção

Além do título desta edição da Superliga, o Minas dominou as premiações individuais. O time colocou três atletas na seleção do campeonato, teve a maior pontuadora do segundo jogo da final e a melhor atleta do torneio.

Neri (ponteira), Thaisa (central), Macris (levantadora) e o técnico Nicola Negro representaram o Minas na seleção. Peña (ponteira do Sesc Flamengo), Carol (central do Praia Clube), Nia Redd (oposta do Sesi Bauru) e Camila Brait (líbero do Osasco) completaram o time.

Já Kisy foi a maior pontuadora do tricampeão no jogo de hoje, com 22 pontos, e foi eleita melhor em quadra. A levantadora Macris ficou com o MVP (melhor jogadora da Superliga).

Vôlei