PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Piloto é encontrado morto após ter desaparecido durante Rally no Ceará

Daniel Santos tinha 36 anos e foi encontrado morto após ter desaparecido em uma trilha do Rally Cerapió - Reprodução/Instagram
Daniel Santos tinha 36 anos e foi encontrado morto após ter desaparecido em uma trilha do Rally Cerapió Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

28/01/2022 09h30

O piloto Daniel Santos, de 36 anos, teve sua morte confirmada na noite de ontem (27) pela organização do Rally Cerapió. O empresário participava de uma etapa do evento no distrito de Ubatuba, no município de Granja (CE), e estava desaparecido desde a última quarta-feira (26).

A organização do Rally Cerapió informou que o piloto foi encontrado deitado e que as causas da morte ainda não foram identificadas. "Não havia sinais de violência no corpo, nem de acidente ou de possíveis crimes. A moto foi encontrada em pé, com o capacete ao lado", afirma o comunicado.

Ontem (27), a organização cancelou a última etapa do Rally Cerapió, que aconteceria hoje (28), em função do desaparecimento do piloto. Ele não tinha retornado de uma trilha e estava sendo procurado pelas equipes de resgate.

As buscas por Daniel aconteceram durante todo o dia de ontem (27), tanto nas trilhas oficiais da competição como em áreas fora da zona de prova. A operação contou com bombeiros, policiais militares e civis enviados pela Secretaria de Segurança do Estado do Ceará, além do envolvimento da comunidade local.

"Todo o Rally Cerapió está de luto. Seguimos à disposição para prestar toda a assistência necessária", finaliza a nota. O piloto morava na cidade de Nova Venécia, no Espírito Santo, e possuía uma loja de equipamentos esportivos para motociclistas. Ele era casado e tinha duas filhas.

Nas redes sociais, Daniel compartilhava conquistas recentes no esporte. O piloto foi vice-campeão brasileiro de enduro, uma modalidade de motociclismo, na categoria 'Novato' em dezembro do ano passado e sagrou-se campeão capixaba em outubro.

Esporte