PUBLICIDADE
Topo

Futebol Americano

OJ Simpson tem liberdade antecipada e se torna um homem livre

OJ Simpson depõe ao lado de seu advogado em audiência por liberdade condicional em Nevada, nos EUA - Jason Bean-Pool/Getty Images
OJ Simpson depõe ao lado de seu advogado em audiência por liberdade condicional em Nevada, nos EUA Imagem: Jason Bean-Pool/Getty Images

Do UOL, em São Paulo (SP)

15/12/2021 11h12

O ex-jogador de futebol americano OJ Simpson, de 74 anos, se tornou um homem livre ontem (14), após cumprir a liberdade condicional. Ele foi preso em 2007 por sequestro, assalto e formação de quadrilha e condenado no ano seguinte a 33 anos de prisão.

"O Conselho de Comissários de Liberdade Condicional de Nevada conduziu uma audiência de dispensa antecipada para o Sr. Simpson", afirmou o porta-voz da polícia de Nevada, Kim Yoko Smith, em entrevista coletiva.

Atleta que também foi estrela de cinema já tinha deixado a prisão em 2017, mas ainda cumpria sua pena de 9 anos de reclusão em regime aberto.

Não foi a primeira vez que o nome de OJ Simpson esteve envolvido em uma batalha judicial. Em 1994, respondeu a um processo por duplo homicídio. Ele foi acusado de matar a facadas a ex-mulher Nicole Brown Simpson e um amigo dela, Ron Goldman.

Simpson foi absolvido dessa acusação em 1995 por um júri de Los Angeles — o caso ficou conhecido como o 'Julgamento do Século', devido ao circo midiático formado ao seu redor.

Na sua carreira na NFL, jogou pelo Buffalo Bills e pelo San Francisco 49ers. Ele foi selecionado seis vezes para o Pro Bowl, jogo das estrelas, e foi aceito no Pro Football Hall da Fama em 1985.

Futebol Americano