PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

F1: Verstappen é punido com mais dez segundos por batida com Hamilton

Verstappen ultrapassou Hamilton já fora do traçado da pista e foi punido pelos comissários; ato gerou batida pouco depois - Reprodução/Twitter
Verstappen ultrapassou Hamilton já fora do traçado da pista e foi punido pelos comissários; ato gerou batida pouco depois Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

05/12/2021 20h13

Max Verstappen (Red Bull), que terminou o GP da Arábia Saudita na 2ª posição, foi punido com mais dez segundos por causar uma colisão com Lewis Hamilton (Mercedes) na volta 38 da corrida - o britânico venceu a prova (assista ao momento abaixo).

Apesar da medida anunciada há pouco pela organização da Fórmula 1, o holandês, que já havia tomado cinco segundos durante o evento, não perderá o seu 2° lugar. A colocação está mantida devido ao fato de ele ter cruzado a linha de chegada 16 segundos à frente de Valtteri Bottas (Mercedes), que fechou o pódio.

A pena se dá porque, na volta 37, Verstappen "cortou caminho" ao se defender de um ataque de Hamilton, que chegou a ultrapassar o holandês, mas voltou para a 2ª posição após a manobra do piloto da Red Bull.

Imediatamente, os comissários obrigaram Verstappen a ceder a posição para o britânico. Na reta da volta seguinte, ele diminuiu a velocidade de maneira brusca na parte central da pista.

Sem entender o motivo da redução do adversário, Hamilton acabou tocando o seu carro na traseira do holandês - a colisão, no entanto, permitiu aos dois a continuação na corrida.

Veja o comunicado da Fórmula 1:

Na Curva 21, o motorista do carro 33 [Verstappen] recebeu a instrução de devolver uma posição ao carro 44 [Hamilton] e foi informado pela equipe para fazê-lo 'estrategicamente'. O carro 33 desacelerou significativamente na Curva 26.

No entanto, era óbvio que nenhum dos pilotos queria assumir a liderança antes da linha de detecção DRS 3. O piloto do carro 33 disse que estava se perguntando por que o carro 44 não havia ultrapassado e o piloto do carro 44 disse que, sem saber nessa fase, o carro 33 estava devolvendo a posição, não sabia o motivo pelo qual o carro 33 estava desacelerando.

Ao decidir penalizar o motorista do carro 33, o ponto-chave para os comissários foi que o motorista do carro 33 freou repentinamente e de forma significativa, resultando em uma desaceleração de 2,4 g.

Embora aceitemos que o motorista do carro 44 poderia ter ultrapassado o carro 33 quando aquele ele diminuiu a velocidade pela primeira vez, entendemos porque que ele (e o piloto do carro 33) não desejou ser o primeiro a cruzar a DRS [linha]. No entanto, a frenagem repentina pelo piloto do carro 33 foi classificada pelos comissários como errática e, portanto, a causa predominante da colisão. Portanto, a penalidade padrão de dez segundos para este tipo de incidente é imposta".

Assista ao momento:

Fórmula 1