PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

Verstappen e Hamilton protagonizam 'jogo de intrigas' e trocam farpas em GP

Max Verstappen (Red Bull) e Lewis Hamilton (Mercedes) travaram épicos duelos durante GP da Arábia Saudita - Reprodução/Twitter
Max Verstappen (Red Bull) e Lewis Hamilton (Mercedes) travaram épicos duelos durante GP da Arábia Saudita Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

05/12/2021 17h16

O maluco GP da Arábia Saudita, disputado na tarde de hoje em Jeddah que acabou em vitória de Lewis Hamilton (Mercedes), teve rivalidade e polêmica entre o britânico e Max Verstappen (Red Bull) até nas rádios de suas equipes - os dois brigam pelo título da temporada.

Em meio às bandeiras vermelhas por conta de graves acidentes envolvendo ao menos quatro pilotos, a transmissão oficial da Fórmula 1 captou tanto o britânico quanto o holandês reclamando das atitudes adversárias.

Tudo começou momentos antes do primeiro reinício da corrida, quando Verstappen saiu na 1ª posição. Ao deixar os boxes na ponta, o holandês foi acusado de "treinar" o movimento de uma largada por dar muito espaço em relação ao safety car - a medida é proibida e pode gerar punições.

"Ele treinou uma largada dentro do pit lane", disse Hamilton à Mercedes.

Pouco depois, durante a volta em que os pilotos se encaminhavam para o grid, foi a vez de Verstappen criticar o rival:

"O safety car está muito lento, não consigo manter a temperatura dos pneus... e o Lewis está a muito mais do que dez carros de distância", disse o piloto da Red Bull, considerando que o britânico estava "enrolando" propositalmente para encostar - o que também gera punições.

Isso se daria porque, quanto mais tempo um carro fica parado, mais os pneus esfriam e, consequentemente, perdem aderência.

Batida e mais polêmica

Já na parte final da corrida, quando Verstappen liderava e Hamilton vinha em 2°, os dois travaram duras batalhas pela liderança.

Pouco depois de defender sua posição saindo do traçado, o holandês foi punido e obrigado a ceder a liderança ao adversário. Na volta seguinte, ele diminuiu o ritmo de sua Red Bull na reta de maneira brusca, e Hamilton chegou a bater em seu carro.

"O Verstappen é louco! Pessoal, isso realmente é muito perigoso", esbravejou o britânico, que ultrapassou Verstappen pouco depois e venceu a emocionante corrida em Jeddah.

Fórmula 1