PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Aldo diz que viagem para ver o Flamengo atrapalhou sua preparação para luta

José Aldo, antes de luta contra Marlon Moraes - Jeff Bottari/Zuffa LLC
José Aldo, antes de luta contra Marlon Moraes Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Flavio Latif

Do UOL, em São Paulo (SP)

03/12/2021 04h00

O ex-campeão do peso-pena do UFC José Aldo enfrenta Rob Font, na madrugada deste domingo (5), na luta principal do UFC Vegas 44, pela categoria peso-galo (até 61 kg). Durante as semanas que antecedem o combate, os lutadores passam a fazer uma dieta mais restrita porque precisam bater o peso combinado para o combate.

Nesta preparação, Aldo teve um desafio a mais: assistir ao Flamengo na final da Copa Libertadores contra o Palmeiras. Há duas semanas de sua luta, o lutador de 35 anos foi a Montevidéu, no Uruguai, para acompanhar o Rubro-Negro na decisão da principal competição continental.

Em entrevista ao UOL Esporte, o lutador manauara disse que a viagem para o Uruguai foi um risco calculado. Ele já sabia que ia encarar problemas com alimentação durante sua estadia no país, mas queria fazer isso pela sua filha, Joanna Aldo (9 anos), que nunca tinha tido essa experiência.

"A experiência de ir para a final foi única. É o sonho de qualquer um. Isso eu pude realizar, da minha filha assistir e acompanhar o Flamengo, todos nós estávamos muito emocionados e ansiosos para o jogo. Fiz isso por ela, e foi bem legal. Por outro lado, eu sabia que poderia ter o problema de fazer essas viagens. Estou me preparando para uma luta e estou em processo de perda de peso e tenho que manter alimentação restrita e nada dar errado para atrapalhar", afirmou.

"Atrapalhou por tudo que aconteceu. Hoje a Conmebol tenta fazer igual a Liga dos Campeões, mas na América do Sul não temos condições de eventos grandes desse nível, dentro do Brasil eu até conseguiria, mas os outros países não estão [preparadas]. As cidades não têm hotéis para colocar todo mundo, é um problema. Já tinha isso em mente", acrescentou.

O resultado da partida não foi o esperado, o Palmeiras venceu o Flamengo por 2 a 1 e conquistou o tricampeonato da Libertadores. Aldo disse que já imaginava que o confronto seria muito difícil, e ressaltou que, taticamente, o Alviverde está muito à frente do Rubro-Negro.

"Eu já imaginava que seria um jogo bem difícil. Eu vi o time jogando, acompanhei bastante o trabalho do Jorge Jesus, analisava os jogadores taticamente, a movimentação, tudo. Assistindo o Flamengo hoje, você vê que tudo que aquilo que o Jesus construiu foi 'derretido' nos últimos anos", explicou.

"Taticamente, o Palmeiras está na nossa frente. Eles neutralizaram os nossos jogadores. Mérito total do Palmeiras, o Flamengo não fez por merecer, e o Palmeiras fez", concluiu.

Voltando ao UFC, Aldo é o 5º no ranking de sua categoria, e Rob Font o 4º. Uma vitória contra o americano deve colocar o brasileiro entre os principais lutadores do peso-galo e próximo de uma luta pelo cinturão.

MMA