PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Além de Abel: Sylvinho, Dani Alves e outros foram alvos de Cicinho e Sheik

Cicinho e Emerson Sheik durante o Arena SBT - Instagram
Cicinho e Emerson Sheik durante o Arena SBT Imagem: Instagram

Do UOL, em São Paulo

11/11/2021 04h00

Emerson Sheik e Cicinho levaram a sério o lema do programa esportivo 'Arena SBT'. Segundo o apresentador Benjamin Back, a atração é conhecida por "não ter mimimi". Logo, os dois ex-jogadores já protagonizaram diversos momentos de críticas envolvendo alguns dos principais nomes do futebol brasileiro.

A mais recente polêmica envolveu Abel Ferreira, treinador do Palmeiras. Só que antes dele, o técnico Sylvinho, e os jogadores Daniel Alves, Pablo, Benitez e Jô foram alvos de alfinetadas por parte dos comentaristas.

Veja algumas ocasiões em que os ex-jogadores não mediram as palavras para opinar:.

Abel 'chegou agora'

O treinador do Palmeiras foi detonado pela dupla após algumas críticas feitas à imprensa brasileira. O primeiro a falar sobre o assunto foi Cicinho, acompanhado por Sheik:

"Ele é pago e foi contratado para levar o Palmeiras às vitórias. Tem que esquecer um pouco a imprensa. Na verdade, tem que mudar o nome dele de Abel para Gargamel, porque vai ser zangado lá longe, que cara enjoado (...) Se o Palmeiras perde é a imprensa, se ganha é a imprensa. Você é pago para ganhar", disse o ex-lateral.

"Ninguém aguenta mais o Abel. Ele perde e fala mal, vem com uma conversinha fiada (...). Ele tem que fazer o time dele jogar, ganhar os campeonatos e ficar quietinho. Menos, você chegou agora. Ele é rabugento, é chato, até os seus jogadores já estão chateados com você também, porque está falando muita besteira", completou Emerson.

Fora, Sylvinho!

Sylvinho também foi alvo dos ex-jogadores. Ao analisar o desempenho do comandante do Corinthians, Sheik disse que a melhor saída para o time seria apostar em um nome como o de Jorge Jesus para fazer a 'engrenagem rodar'.

"A explicação é simples: o Sylvinho não está conseguindo nada com esse time do Corinthians. Já não vinha conseguindo antes, aí vieram as contratações, Renato [Augusto], [Roger] Guedes... o Duílio [presidente do Corinthians] acertou muito bem nas contratações, mas está errando com o Sylvinho", iniciou Sheik.

"A permanência do Sylvinho é contestada por todo mundo e realmente ele já não consegue tirar nada dos atletas. Está na hora de buscar um novo treinador. Tem que buscar no mercado. Traz o Jesus, até porque nossa situação lá está boa!", finalizou.

Bronca com Dani Alves

Cicinho também falou sobre a saída de Daniel Alves do São Paulo. Comentando as declarações do lateral após a conquista do ouro olímpico, o atual comentarista não poupou críticas ao atleta.

"Atitude de juvenil. Cara de 38 anos, com a bagagem que tem, com a história dele, se colocar acima de um clube. Ele foi muito mal. Ainda mais o momento, de comemoração, ele acabou de ganhar o ouro nas Olimpíadas (...). Ninguém discute a história do Daniel Alves, é o maior vencedor de títulos, mas, quando abre a boca, só sai asneira", disparou o ex-jogador.

Pablo, Benítez e Jô detonados

Ídolo do São Paulo, Cicinho falou sobre alguns jogadores que atualmente estão no elenco tricolor. Os mais criticados foram Pablo e Benítez.

Ao falar sobre o atacante ex-Athletico, ele disse: "A fase que o São Paulo vive e que o Pablo vive... ele tem de buscar novos ares. No São Paulo, para ele, já deu". Já em relação ao meio-campista, Cicinho destacou a 'falta de vontade' do argentino:

"Ele (Benítez) fica andando em treinamento. Está insatisfeito. Aí chega lá no CT com o chimarrão. 40 graus no Brasil. Vai tomar chimarrão lá na sua casa, no seu país. Aqui, não. Aqui é água gelada, sangue. É comer grama."

Já Sheik, campeão do mundo com o Corinthians em 2012, também criticou jogadores de seu ex-time. O alvo foi Jô, que usou uma chuteira verde e foi advertido pelo clube alvinegro: "O Jô errou absurdamente. Ele errou, e foi uma falha grave."

UOL Esporte vê TV