PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Warriors renascem com Curry imparável, lideram NBA e criam expectativa

Stephen Curry em grande fase e forte defesa coletiva colocam Warriors no topo da NBA após dez jogos - Divulgação/NBA
Stephen Curry em grande fase e forte defesa coletiva colocam Warriors no topo da NBA após dez jogos Imagem: Divulgação/NBA

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

10/11/2021 04h00

O Golden State Warriors está de volta. Após duas temporadas discretas, o time de Stephen Curry finalmente volta a ser protagonista da NBA. Pode ser cedo para projeções, e a tabela pela frente é espinhosa, mas a sequência surpreendente e a expectativa pelo retorno de Klay Thompson recolocam a franquia entre as candidatas ao título.

Os Warriors já têm nove vitórias —inclusive sobre Lakers e Clippers—, a melhor campanha da NBA com 9-1, e dois jogos à frente do Utah Jazz na Conferência Oeste. A vitória mais recente foi sobre o Atlanta Hawks, na segunda-feira (8), quando Curry teve mais uma de suas noites históricas e se tornou o atleta mais velho da história da liga a ter 50 pontos e 10 assistências em um jogo. Em resumo, as coisas vão muito bem, e a equipe volta à quadra às 23h59 de hoje (10), em casa, contra o Minnesota Timberwolves —sem transmissão para o Brasil.

"Sempre queremos ter um bom início, estar na conversa dos candidatos ao título e tudo isso. Não dá para ser campeão em novembro, mas, com certeza, dá para sair da equação bem rápido, como no ano passado", comentou Curry. "Obviamente, são só 10 jogos, mas queremos ser uma ameaça em todas as noites, para ganhar jogos seja contra quem for. Acho que agora estamos nesta posição."

A confiança de Curry passa pelo amadurecimento do jogo da equipe, que evoluiu muito defensivamente. Golden State tem a terceira melhor defesa da NBA em termos de aproveitamento adversário (42,1%) e também a terceira no aproveitamento rival da linha de 3 (30,6%). Em resumo, os rivais têm dificuldade para infiltrar e ainda acertam pouco do perímetro.

"Ele tem alguns cachorros ao lado agora", brincou Stephen Curry sobre a liderança de Draymond Green na defesa e o esforço coletivo em geral. "Gary Payton II saindo do banco, Kevon Looney fazendo seu trabalho, Andrew Wiggins na bola? Estamos criando uma identidade e podemos fazer isso [defender bem] em todos os jogos, contra quem for."

O time também tem hoje o melhor ataque da liga (115,2 por jogo), o que é muito mérito de Stephen Curry. Nestes dois anos sem Klay Thompson, ele carregou a franquia nas costas, bateu dezenas de recordes e teve sequências fascinantes —como a do mês de abril, em que fez 85 bolas de três e chegou a ter média de 5,2 por jogo. A idade ainda não pesa, e o camisa 30 parece estar melhor do que nunca.

E ainda vai melhorar

A defesa pode ser boa, Curry pode seguir imparável, mas tudo indica que o início avassalador dos Warriors seja apenas o prelúdio, pois o torcedor em San Francisco já esfrega as mãos para quando Thompson estiver saudável. Ele não joga desde as finais de 2019, mas tem projeção de retorno no começo de 2022.

Há alguns meses, um ressurgimento dos Warriors parecia depender intrinsecamente da volta de Thompson: sua ausência derrubou a franquia do topo, seria de se esperar que só seu retorno permitiria uma recuperação. No entanto, o time já se mostra competitivo mesmo sem o astro. Encaixado como está, o Golden State Warriors cria enorme expectativa sobre o reencontro dos Splash Brothers.

Basquete