PUBLICIDADE
Topo

Vôlei

Maurício Souza rebate críticas de Casão e Andreoli: 'Ódio do bem'

Maurício Souza, atleta da seleção brasileira de vôlei - Reprodução/Instagram
Maurício Souza, atleta da seleção brasileira de vôlei Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

28/10/2021 19h36

Maurício Souza voltou às redes sociais para comentar as recentes declarações de Felipe Andreoli e Walter Casagrande. Em seu perfil no Instagram, o jogador de vôlei — que ontem foi demitido do Minas Tênis Clube — postou um vídeo com as falas de Andreoli e Casão, seguida por fotos dele próprio com o presidente Jair Bolsonaro e o deputado federal Eduardo Bolsonaro.

"Ódio do bem! Mais uma vez, eles com o direito de falarem e acharem o que quiserem. Nós com o dever de ouvir e concordar! Seria mesmo pela minha opinião?", escreveu Maurício Souza.

Durante o 'Globo Esporte' de hoje, o apresentador Felipe Andreoli comentou o caso de homofobia envolvendo o ex-jogador do Minas Tênis Clube e disse: "Maurício, homofobia é crime, não é opinião, não. Mata. Você fez essa ofensa nas redes sociais que tem mais de 300 mil seguidores, depois foi pedir desculpas em outra que tinha 50? Foi uma atitude covarde."

Foi a mesma linha de raciocínio de Casão, durante o 'Seleção SporTV' de ontem: "É crime. É covardia. E é mau-caratismo. Principalmente e especificamente o Maurício Souza. E eu estou falando com propriedade, porque ele foi mau-caráter comigo. Então, para mim, ele é mau-caráter."

A polêmica envolvendo Maurício começou após o jogador fazer declarações homofóbicas sobre a orientação sexual do atual Superman. Diante da pressão dos torcedores e dos patrocinadores da equipe de vôlei, o Minas Tênis Clube acabou rescindindo o contrato do atleta.

Vôlei