PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ex-WWE tem duas pernas amputadas um ano depois de perder braço

Jimmy Rave foi diagnosticado com MRSA (Multiple-resistant Staphylococcus aureus), uma bactéria resistente a antibióticos - Reprodução/Twitter
Jimmy Rave foi diagnosticado com MRSA (Multiple-resistant Staphylococcus aureus), uma bactéria resistente a antibióticos Imagem: Reprodução/Twitter

Do UOL, em São Paulo

26/10/2021 09h26

Pouco menos de um ano após ter um braço amputado por conta de uma infecção, o ex-astro do WWE James Guffey (conhecido como Jimmy Rave) precisou passar por uma cirurgia para retirar as duas pernas.

Aos 38 anos, o norte-americano revelou em seu Twitter que foi atingido, em junho, por uma bactéria resistente a um extenso grupo de antibióticos - ele não deixou claro se há relação com o problema anterior.

"Chegou a hora de confessar. Em junho passado, comecei a ter problemas para andar e fui ao meu cirurgião. Ele determinou que eu tinha MRSA (Multiple-resistant Staphylococcus aureus) em ambas as pernas e que elas precisavam ser amputadas imediatamente", escreveu ele, que revelou não ter contado sobre o procedimento antes por constrangimento.

No anúncio, Rave ainda fez um desabafo sobre os boatos ligados aos motivos da amputação. "Sempre fui honesto com meu passado. O Pro Wrestling é tudo o que eu sempre amei. É uma droga pensar que a tribo pela qual eu teria morrido diria coisas falsas sobre mim", prosseguiu.

Após a mensagem, ele recebeu carinho de parte de seus 15 mil seguidores na rede social. "Você não deve desculpas a ninguém. Você já passou por muita coisa, e nem consigo imaginar o quão difícil foi esse momento da sua vida, mas ainda tem muito para dar a este mundo", falou um.

"Você não falhou com ninguém. Espero que as coisas melhorem, você está há muito tempo em nossas orações. Você não tem nada para se envergonhar", disse outro fã.

Esporte