PUBLICIDADE
Topo

Vôlei

Douglas critica multa e retratação após fala homofóbica de Maurício Souza

Douglas Souza tenta jogada durante estreia do Brasil no vôlei masculino da Tóquio-2020 - Gaspar Nóbrega/COB
Douglas Souza tenta jogada durante estreia do Brasil no vôlei masculino da Tóquio-2020 Imagem: Gaspar Nóbrega/COB

Do UOL, em São Paulo

26/10/2021 19h59

Douglas Souza voltou a falar sobre a repercussão de sua discussão com Maurício Souza sobre a orientação sexual do atual Superman, Joe Kent, que revelou ser bissexual. Segundo o atleta, 'multas e retratações' não são o suficiente para tratar casos de homofobia.

"O famoso não vai dar em nada né. Toda vez a mesma coisa, cansado disso de sempre ter falas criminosas e no máximo que rola é uma "multa" e uma retratação nas redes sociais. Até quando? Todos os dias, todas as horas um dos nossos morrem. E o que temos? Uma retratação", começou por dizer.

Douglas também parabenizou as empresas patrocinadoras pelos posicionamentos e criticou atletas que estariam 'passando pano' para a situação.

"Feliz pelas empresas se juntando contra e triste por atletas tentar passar o pano nisso. Vergonhoso", finalizou.

Maurício e Douglas jogam juntos na seleção brasileira de vôlei. Eles conquistaram alguns títulos, como o ouro olímpico, em 2016, a prata no mundial de 2018 e ouro na Copa do Mundo de 2019. Em 2021, os dois disputaram os Jogos Olímpicos de Tóquio e terminaram em 4º lugar.

Entenda o caso

Maurício Souza criticou, em seu perfil do Instagram, a revelação de que o atual Superman, Joe Kent, é bissexual. O jogador de vôlei ironizou a informação divulgada pela DC Comics, que publica a HQ.

Em resposta, Douglas Souza, companheiro de Maurício na seleção brasileira, rebateu hoje a publicação e deu início a uma troca de farpas entre os jogadores.

Diante da repercussão, o Minas Tênis Clube se posicionou na noite de ontem (25) dizendo que os profissionais federados à agremiação tem liberdade para se expressar nas redes sociais, mas não aceita manifestações que ferem a lei.

Os patrocinadores do time de vôlei entraram na história e pediram uma retratação do Minas Tênis Clube, afinal, não compactuavam com o teor das falas de Maurício, consideradas homofóbicas. Com isso, diversos atletas começaram a publicar pedidos de retratação por parte do clube e do atleta.

Segundo apuração de Demétrio Vecchioli, colunista do UOL, o time já se reuniu com o jogador e aplicará uma multa e exigirá uma retratação e pedido de desculpas pelo transtorno causado.

Vôlei