PUBLICIDADE
Topo

Fórmula 1

GP dos EUA: Pérez faz o melhor tempo do final de semana no 3º treino livre

Sérgio Perez durante o terceiro treino livre do Grande Prêmio dos Estados Unidos - REUTERS
Sérgio Perez durante o terceiro treino livre do Grande Prêmio dos Estados Unidos Imagem: REUTERS

Do UOL, em São Paulo

23/10/2021 16h00

Diferentes de ontem, os ânimos estiveram mais calmos durante o terceiro treino livre do Grande Prêmio da Fórmula 1. O nome da tarde foi Sergio Pérez, da Red Bull, que fez o melhor tempo do final de semana com 1.34.701. Em segundo lugar ficou Carlos Sainz, da Ferrari, seguido de Max Verstappen.

Lewis Hamilton e Max Verstappen não protagonizaram nenhuma confusão, desta vez. Enquanto o holandês ficou com a terceira colocação, o britânico terminou o treino em sexto lugar. Ambos tiveram voltas queimadas, que poderiam os colocar na liderança do treino.

No decorrer da prova que antecede a classificação, Valtteri Bottas e George Russel tiveram problemas com as lombadas e zebras do Circuito das Américas e acabaram rodando após perder o controle da traseira. Mas, nenhuma das paralisações foi grave.

Pouco mais tarde, às 18h (de Brasília), os pilotos voltarão ao Circuito das Américas para definir qual será a ordem de largada para o Grande Prêmio dos Estados Unidos.

O UOL Esporte resumiu o que de melhor rolou nas duas sessões de treinos livres no circuito localizado no estado do Texas. Veja abaixo:

1º treino livre: Alonso 'de carona' e Bottas mais rápido

Com apenas um minuto e meio etapa, a bandeira vermelha apareceu na pista de Austin. Isso porque Alonso teve problemas em seu carro e foi forçado a "estacionar" na área de escape. Longe da área dos boxes, o espanhol pegou uma carona em uma das motos dos oficiais do GP. Enquanto isso, seu veículo foi retirado do local.

A sessão foi retomada dez minutos depois da paralisação. Ainda na primeira metade da etapa, foi a vez de Charles Leclerc sair da pista: o piloto da Ferrari escapou e, por sorte, viu o carro parar no asfalto, voltando a correr normalmente.

Na metade do treino, a Mercedes divulgou que Bottas vai trocar parte do motor pela 6ª vez na temporada e, portanto, será penalizado com cinco lugares no grid de largada. Outros punidos são Sebastian Vettel (Aston Martin) e George Russell (Williams), que vão fazer a mudança total e, com isso, largar na última fila.

A parte final da sessão teve quase todos os pilotos substituindo os pneus médios pelos macios. Hamilton foi o primeiro a baixar a casa dos 1:36.000 e viu Bottas fazer um tempo mais rápido ainda pouco depois.

Teve tempo ainda para Sergio Pérez (Red Bull) tocar no carro de Mick Schumacher (Haas) - o filho do alemão acabou na área de escape. A situação dos tempos não se alterou até o final do treino, com Verstappen ficando logo atrás das duas Mercedes.

2º treino livre: Pérez lidera em tarde de Hamilton x Verstappen

Na segunda parte dos treinos livres, os pilotos deram uma amostra do que está por vir no Grande Prêmio dos Estados Unidos. Lewis Hamilton e Max Verstappen travaram uma disputa que se estendeu da reta até a curva um.

Após o "pega", Verstappen xingou o rival em comunicação no rádio: "Estúpido, idiota", disse. Pouco depois, o holandês da Red Bull abandonou as atividades.

Outro momento que chamou a atenção foi Fernando Alonso mais uma vez com problemas. Perto do fim da segunda sessão, o piloto espanhol saiu da pista, mas sem muitos danos ao carro.

Com o clima mais quente em relação à primeira sessão, os pilotos não conseguiram diminuir os melhores tempos do dia. Sérgio Pérez (Red Bull) liderou a segunda parte, seguido por Lando Norris (McLaren) e Lewis Hamilton (Mercedes).

Fórmula 1