PUBLICIDADE
Topo

Tênis

Djokovic não garante ida ao Australian Open: 'A situação não é nada boa'

Novak Djokovic derrotado na final do US Open de 2021 - Getty Images
Novak Djokovic derrotado na final do US Open de 2021 Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

18/10/2021 19h00

Novak Djokovic abriu o jogo sobre sua participação no Australian Open de 2022. Em entrevista para o jornal alemão 'Bild', o dono de nove títulos e tricampeão mundial da competição falou que as restrições sobre a pandemia de covid-19 fizeram com que ele colocasse a ida à Austrália em cheque.

"Teremos muitas restrições. O problema é que você viaja de avião com uma pessoa positiva, esteja ela vacinada ou não, e deve passar 14 dias em seu quarto de hotel. Isso que aconteceu com 70 jogadores este ano", começou por dizer o tenista, que completou:

"Gostaria que todos os jogadores se unissem um pouco mais e se implicassem na tomada de decisões. Sinto que não é perguntado nada a nós em absoluto. A verdade, não sei se vou jogar o Aberto da Austrália. A situação não é nada boa."

Ainda no assunto, o tenista, que já se envolveu em polêmicas sobre o fato de não defender a vacinação contra a doença, evitou falar se está imunizado, ou não. Em seu ponto de vista, é algo muito pessoal para se expor desta forma.

"Ainda não decidi se jogarei em Melbourne. Há muita especulação. A imprensa especula muito. Existe muita divisão na sociedade entre os que se vacinaram e os que não. Que se julgue alguém se quer decidir se se vacina ou não...me faz ficar decepcionado com a sociedade. Não revelarei se estou vacinado ou não. É um assunto privado", finalizou.

Tênis