PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Torcedora do SPFC ganha autógrafo de Ceni no braço e eterniza com tatuagem

Bianca Goes, torcedora do São Paulo, fez tatuagem em homenagem ao ídolo Rogério Ceni - Reprodução
Bianca Goes, torcedora do São Paulo, fez tatuagem em homenagem ao ídolo Rogério Ceni Imagem: Reprodução

Leandro Pinheiro

Do UOL, em São Paulo

16/10/2021 04h00

A volta de Rogério Ceni ao São Paulo após quatro anos vai ficar marcada na memória do torcedor. Mas para uma são-paulina, isso também será lembrado na pele. A estudante Bianca Goes homenageou o ídolo ontem (15) ao tatuar um autógrafo do ex-goleiro recebido no próprio braço.

Tudo começou na quarta-feira, quando Ceni foi anunciado como substituto de Hernán Crespo e, naquela mesma noite, comandou um treino no Morumbi. Bianca, de 25 anos, estava em um dos restaurantes do estádio e aproveitou a oportunidade para encontrar o ídolo.

"Fiquei muito emocionada. Ele [Rogério] veio na nossa direção e tiramos foto com ele. Na hora que eu vi que ele estava com uma caneta na mão, pensei: 'Agora é meu momento'. Eu já tinha essa ideia de ter um autógrafo dele tatuado, só não sabia onde ou como", disse, em entrevista ao UOL Esporte.

"Na hora que vi, puxei a manga da minha camiseta e ele autografou onde deu. Tatuei em cima hoje [sexta-feira]", completou.

Bianca compartilhou a homenagem nas redes sociais e já revelou que não pretende parar por aí. "Além dele [Rogério], quero tatuar o autógrafo da Cristiane e do Cristiano Ronaldo".

São Paulo e futebol feminino nas redes sociais

Estudante de administração, Bianca faz da paixão pelo São Paulo (e pelo futebol) mais do que um hobby. Desde maio do ano passado, ela se dedica a produzir conteúdo sobre a modalidade nas redes sociais. Atualmente, a são-paulina conta com mais de 315 mil seguidores no TikTok e mais de 23 mil no Instagram.

"Comecei fazendo vídeos sobre curiosidades do futebol nacional e internacional. No começo, tinha muita vergonha, mas eu gostava muito. Achei legal, como estava mais à tôa por causa da pandemia, começou a dar certo, comecei a viralizar. Depois disso, comecei a trabalhar e monetizar isso. Hoje é a minha principal fonte de renda", contou Bianca, que também faz estágio na área de marketing.

"Neste ano, me mudei para São Paulo e comecei a fazer cobertura in loco do futebol feminino, vou nos estádios. Claro que é mais [conteúdo] sobre o São Paulo, mas também vou ao Allianz, no Parque São Jorge, Vila Belmiro... se tiver jogo de futebol feminino, eu vou, porque gosto muito da modalidade e acredito no crescimento dela", acrescentou a jovem, que é natural de Nuporanga, interior paulista.

Hoje, Bianca sonha em viver da produção de conteúdo para as redes sociais. "É minha meta de vida, quero muito crescer no meio", finalizou.

São Paulo