PUBLICIDADE
Topo

Basquete

Michael Jordan tentou seduzir Madonna e acabou trocado por Scottie Pippen

Michael Jordan durante o quinto jogo da final da NBA de 1997 contra o Utah Jazz, o famoso "jogo da gripe" - Dick Raphael/NBAE via Getty Images
Michael Jordan durante o quinto jogo da final da NBA de 1997 contra o Utah Jazz, o famoso "jogo da gripe" Imagem: Dick Raphael/NBAE via Getty Images

Colaboração para o UOL

23/09/2021 10h00

Se dentro das quadras o astro Scottie Pippen costumava ser ofuscado pelo brilho de Michael Jordan, fora das quatro linhas a história era diferente.

Johnny Bach, que foi assistente técnico do Chicago Bulls em três títulos de NBA, revelou episódio em que Jordan tentou seduzir a rainha do pop, Madonna, mas acabou "trocado" pelo seu companheiro de equipe.

"Madonna costumava buscar Pippen em uma limusine com jacuzzi toda vez que íamos a Los Angeles, e Jordan sempre tentava seduzi-la", relembrou Bach.

O ex-jogador ainda suspirou ao lembrar do sucesso que o "número 2" daquela equipe fazia fora das quatro linhas: "Você deveria ter visto as garotas que Pippen tinha esperando por ele em todos os lugares que íamos".

Ainda segundo o ex-assistente técnico, as frustradas tentativas do maior jogador da história da Liga o levaram a uma crise ciúme.

"Michael costumava dizer a ela que poderia satisfazê-la melhor [que Pippen], e Madonna respondia: 'Não há nenhuma chance disso'", completou Bach, que também foi jogador na NBA.

Mas se engana quem pensa que os dois astros foram os únicos daquele icônico esquadrão a se "envolver" com a rainha do pop. Dennis Rodman viveu um romance com a cantora em 1994, mas o relacionamento durou apenas um ano. Anos mais tarde, o jogador revelaria que ela chegou a oferecer R$ 100 milhões para que ele a engravidasse.

Basquete