PUBLICIDADE
Topo

Esporte

McLaren quebra jejum de 11 anos com dobradinha Ricciardo e Norris

12.11.21 - Vencedor do GP de Monza, Daniel Ricciardo, cumprimenta o companheiro de equipe Lando Norris, que ficou com a segunda posição - Lars Baron/Getty Images
12.11.21 - Vencedor do GP de Monza, Daniel Ricciardo, cumprimenta o companheiro de equipe Lando Norris, que ficou com a segunda posição Imagem: Lars Baron/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

12/09/2021 12h18

A dobradinha de Daniel Ricciardo e Lando Norris no GP de Monza neste domingo (12) foi o melhor resultado da McLaren nos últimos 11 anos. A última vez que a escuderia colocou dois pilotos nos lugares mais altos do pódio foi no GP do Canadá, em 2010, com Lewis Hamilton e Jeson Button.

A vitória do australiano, a oitava na carreira, também marca o fim de um jejum de nove anos da equipe inglesa. A última vez que a McLaren venceu um GP foi em 2012, no autódromo de Interlagos, com Button.

Após a conquista na Itália, o australiano exaltou o resultado da equipe. "Nos últimos três fins de semanas melhoramos bastante, estar no pódio já seria muito bom, mas ter essa "dobradinha" é algo inacreditável. Agradeço todos os italianos, que talvez esperassem uma Ferrari no pódio, mas foi uma grande corrida".

Ricciardo, que largou na segunda posição, foi beneficiado pelo acidente envolvendo os carros de Hamilton, da Mercedes, e Max Verstappen, da Red Bull, que disputam ponto a ponto o título da temporada.

No choque, o carro de Verstappen chegou a ficar em cima da Mercedes de Hamilton, mas graças ao halo (sistema de segurança para proteger a cabeça dos esportistas), nenhum dos dois sofreu lesões graves.

O finlandês Valtteri Botas, da Mercedes, completou o pódio depois de largar na última posição.

Esporte