PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Neto critica Dani Alves por não se reapresentar ao SPFC: 'Estava esperando'

Neto, apresentador do Os Donos da Bola, da TV Band - Reprodução/TV Band
Neto, apresentador do Os Donos da Bola, da TV Band Imagem: Reprodução/TV Band

Colaboração para o UOL, em São Paulo

10/09/2021 14h01

Após o São Paulo anunciar que Daniel Alves não jogará mais no clube - o jogador não se reapresentou aos treinos após defender a seleção brasileira nas Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo -, Neto criticou o lateral-direito, dizendo que ele estava esperando um "gatilho" para deixar o clube.

"Agora, o Corinthians tem problema, o Palmeiras tem problema. O Daniel Alves estava esperando esse gatilho. Tanto que o Tite colocou e o Souza, o Velloso, o Fernando Fernandes. Tudo certo. A gente falava que ele não veio para o Brasil por causa do São Paulo. 'Eu sou são-paulino'. Olha a falta de respeito", disse Neto, no Os Donos da Bola, hoje.

Para Neto, o São Paulo também é culpado pela situação, por ter contratado um jogador que não podia pagar. O apresentador parabenizou, ironicamente, os dirigentes que organizaram a negociação.

"O São Paulo deve para ele, mas tentou fazer um acordo. O que você fez com o São Paulo, o que você ganhou de dinheiro com o São Paulo? Parabéns, Raí! Parabéns, Lugano! Parabéns, Leco! Parabéns, Ricardo Rocha! Vocês vão tomar uns R$ 50 milhões. Ele vai entrar na justiça, como vocês devem, ele tem o direito e vocês vão ter que pagar para esse cara aí, que acha que é melhor que o Leandro, que o Cafu. Vocês contrataram esse cara, vocês contrataram ele", acrescentou.

Também presente na atração, Velloso entende que o São Paulo demorou para se posicionar em relação a Daniel Alves e avaliou que a decisão da diretoria foi apenas uma resposta a partir da não reapresentação do lateral-direito.

"A gente já falava que o São Paulo tinha que tomar uma posição, que não poderia ficar à disposição do Daniel Alves. Infelizmente, a coletiva do São Paulo só aconteceu porque o jogador tomou uma atitude. O São Paulo não poderia deixar chegar a este ponto. O São Paulo tinha que resolver isso. Tentou o acordo, mas deixou passar demais. Deixou o time na zona de rebaixamento e foi para o Japão, pediu folga no fim de semana", complementou o comentarista.

UOL Esporte vê TV