PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Casão critica atuação de Neymar contra Peru: 'Ele foi displicente'

Casagrande no "Converse com outras ideias", da GloboNews - Reprodução
Casagrande no "Converse com outras ideias", da GloboNews Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

10/09/2021 00h49

Walter Casagrande criticou a atuação de Neymar na partida entre Brasil e Peru nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. Segundo o comentarista da TV Globo, o camisa 10 da seleção brasileira foi displicente em algumas atitudes que teve em campo. Inclusive, ligou o alerta de Tite sobre o temperamento do atleta.

"Hoje, ele foi displicente. Fez esse início de partida bem, lutou pela bola, vai lá e toca para o Éverton fazer o gol. Depois, faz o segundo gol. Depois disso? Foi lentidão completa, erros de passes constantes, segurando a bola, provocando, sendo provocado e respondendo", disse ele, que completou:

"Não é esse jogador que precisamos para a Copa do Mundo. Se ele continuar assim, o Tite corre o risco de perder um jogador importante em jogo difícil. Hoje ele poderia ter sido expulso."

Ainda no assunto, o ex-jogador analisou o desempenho de Neymar durante os 90 minutos. Em seu ponto de vista, a atuação do jogador foi 'muito mal', por te faltar 'instinto coletivo'.

"O Neymar jogou muito mal, segura a bola a hora não tem que segurar. Ele não tem está tendo instinto coletivo. A seleção brasileira está mudando, estão entrando jogadores de coletivo, de toque, de ultrapassagem... Gerson, o Gabriel, porque eles jogam no Flamengo dessa maneira. Aí sai um contra-ataque rápido, a bola cai no pé do Neymar, ele para, quer driblar, perde a bola como hoje", analisou Casão, que prosseguiu:

"Então, ele é o melhor jogador, deveria se esforçar mais porque ele tem que ajudar a seleção a evoluir tecnicamente, não são os outros. Os outros são ótimos jogadores, mas, enquanto existir o Neymar na seleção brasileira, a referência técnica é ele. Ele tem que dar qualidade técnica, fazer a diferença como os outros fazem nas outras seleções."

Ao marcar o segundo gol da vitória do Brasil contra o Peru, Neymar se tornou o maior artilheiro da seleção brasileira em Eliminatórias da Copa do Mundo. O camisa 10 ultrapassou Zico e Romário e, com 12 gols, passou a liderar a lista.

O 12º gol de Neymar não teve um grau de dificuldade tão alto: Everton Ribeiro chutou, o zagueiro desviou antes de o goleiro chegar na bola e, com Gallese caído, o atacante brasileiro só empurrou para o fundo da rede. Neymar chegou a 69 gols, em 113 jogos com a camisa do Brasil.

UOL Esporte vê TV