PUBLICIDADE
Topo

Vôlei

Bruninho exalta Wallace após anúncio de aposentadoria: 'Mais um eterno'

20.nov.2013 - Bruninho e Wallace comemoram ponto do Brasil no triunfo sobre os EUA - Divulgação/FIVB
20.nov.2013 - Bruninho e Wallace comemoram ponto do Brasil no triunfo sobre os EUA Imagem: Divulgação/FIVB

Colaboração para o UOL, em São Paulo

15/08/2021 10h55

Bruninho exaltou a trajetória de Wallace pela seleção brasileira de vôlei. O atleta, campeão olímpico na Rio 2016, anunciou a aposentadoria e justificou que se dedicará mais à família. Para o filho de Bernardinho, seu companheiro de quadra se tornará "mais um daqueles eternos".

"Já sabia da tua decisão, mas não podia deixar de vir e tentar dizer o que realmente passa pela minha cabeça. Ídolos nós devemos valorizar e você sem dúvida durante os teus 11 anos de seleção, 3 olimpíadas e muitas medalhas se tornou mais um daqueles eternos", disse ele, que completou:

"Que não são maiores que essa camisa amarela, mas que deixam sua marca por todo o esforço, dedicação e caráter durante todo esse tempo. Eu te vi chegar na seleção, te vi suar e trabalhar mais que quase todos, pelo teu início tardio no vôlei e vi você se tornar um dos maiores opostos da história."

Na mesma publicação, Bernardinho e Serginho parabenizaram o atleta pela história que construiu defendendo a seleção brasileira.

"Sem palavras para dizer o sinto nesse momento, uma emoção enorme. Vi Wallace chegar um menino, lutar, tentar, não desistir, vencer, perder, cair e levantar. Sempre representando com dignidade e enorme dedicação o nosso país. Queria te dizer, não pare, mas não tenho não respeitar sua decisão e admirar seu amor por sua família. Quanto a mim, gratidão por ter me ajudado e dado tanto", disse o ex-treinador do Brasil.

"Orgulho desse cara que representou nosso voleibol da melhor forma. Ídolo é ídolo... Gigante, monstro, um dos melhores da história! Parabéns nego", enfatizou Serginho.

A decisão

Wallace anunciou sua aposentadoria da seleção brasileira de vôlei. Campeão olímpico na Rio 2016 e prata em Londres 2012, o jogador de 34 afirmou que vai se dedicar mais à família.

Em vídeo divulgado pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Wallace admitiu que a decisão foi "muito complicada" e que dá adeus à seleção com "aperto no coração".

"Uma decisão muito difícil para mim, muito complicada. Hoje eu deixo a seleção brasileira, com aperto no coração. Eu preciso me dedicar mais à minha família, pensar um pouco mais na minha carreira a longo prazo. Hoje oficialmente eu me despeço da seleção", falou Wallace.

Vôlei