PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Lutador de artes marciais é preso após ser acusado de agredir ex-namorada

Lutador de artes marciais foi preso em flagrante  - Reprodução/TV Globo
Lutador de artes marciais foi preso em flagrante Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

27/07/2021 10h57

O lutador de artes marciais Paulo Matias Santana Filho foi preso ontem por policiais civis da 78° DP (Fonseca) acusado de agredir a sua ex-namorada. A prisão aconteceu no bairro Fonseca, em Niterói, após a mulher registrar a ocorrência na delegacia.

De acordo com os policiais, a agressão teria acontecido após uma discussão que os dois se envolveram. O lutador teria dado socos no rosto da mulher.

Ao "Bom Dia Rio", o delegado Geraldo Assed informou que a ex-namorada de Paulo estava "muito machucada".

Após o boletim de ocorrência, os policiais prenderam o atleta em flagrante.

O lutador deve responder pelos crimes de lesão corporal e violência doméstica.

Em caso de violência, denuncie

Ao presenciar um episódio de agressão contra mulheres, ligue para 190 e denuncie.

Casos de violência doméstica são, na maior parte das vezes, cometidos por parceiros ou ex-companheiros das mulheres, mas a Lei Maria da Penha também pode ser aplicada em agressões cometidas por familiares.

Também é possível realizar denúncias pelo número 180 — Central de Atendimento à Mulher — e do Disque 100, que apura violações aos direitos humanos.

Há ainda o aplicativo Direitos Humanos Brasil e através da página da Ouvidoria Nacional de Diretos Humanos (ONDH) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Vítimas de violência doméstica podem fazer a denúncia em até seis meses.

Esporte