PUBLICIDADE
Topo

MC Livinho: de quase jogador de futebol profissional a amante de lutas

MC Livinho quase jogou profissionalmente pelo Audax e passou a treinar boxe durante a pandemia
MC Livinho quase jogou profissionalmente pelo Audax e passou a treinar boxe durante a pandemia
AGNews

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

14/05/2021 04h00

Quando não está no baile da Gaiola ou soltando os famosos agudos, MC Livinho já mostrou que tem (e muita) intimidade com a bola. Tanto que ele quase virou jogador profissional em 2020. O futebol, no entanto, não é o único esporte praticado pelo funkeiro, que se encantou pelo mundo das lutas.

O ano de 2016 foi especial para Oliver Santos, mais conhecido como MC Livinho. Ele decidiu fazer uma mudança nas músicas que cantava e adotou uma versão mais light, sem palavrões.

via GIPHY

Continua depois da publicidade

A carreira começou a decolar, e ele foi convidado para participar de um jogo comemorativo entre as equipes do Santos de 1995 e 2002. Bom, Livinho foi o grande destaque da noite e roubou a cena com direito até mesmo a um golaço de fora da área... no ângulo.

Os cinco gols e o inegável talento mostrado no jogo comemorativo deixaram o funkeiro ainda mais conhecido do grande público. Mais que isso. Permitiu que Livinho realizasse o sonho de jogar futebol competitivamente.

Ele foi contratado por Vampeta, presidente do Audax, para integrar o time de futebol de 7 do clube meses depois de brilhar na Vila Belmiro. Ele chegou a fazer alguns jogos, mas por causa da carreira de funkeiro, a de jogador não avançou.

Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução
Continua depois da publicidade

Vampeta e Audax voltaram a entrar na vida de Livinho anos depois. Em 2020, o funkeiro foi contratado e inscrito para disputar a segunda divisão do Paulista pelo time profissional.

A bomba, no entanto, durou apenas algumas horas. Novamente a agenda atrapalhou a vida no futebol.

via GIPHY

Assinou contrato de três meses, por mil reais. Quando saiu no BID não batiam datas, ele fazia show. Para um clube menor, da 2ª divisão do Paulista, foi um bom marketing."
Vampeta, presidente do Audax

Nova paixão

A pandemia chegou forte, e Livinho descobriu uma nova paixão. Para manter a forma e fazer alguma atividade física, ele iniciou treinos de boxe. Foi paixão à primeira vista.

O MC gostou tanto do esporte que não pretende mais parar de praticar. Ele conta com um professor particular, que diz que Livinho não leva jeito apenas para cantar ou jogar bola, mas também na luta. E ai, encara?

Continua depois da publicidade

Futebol

Futebol