PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Casagrande toma vacina da covid e condena defensores do tratamento precoce

Casagrande recebe dose de vacina contra o coronavírus em São Paulo - Reprodução/Instagram
Casagrande recebe dose de vacina contra o coronavírus em São Paulo Imagem: Reprodução/Instagram

Pedro Henrique Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

14/05/2021 14h41

O comentarista esportivo e ex-jogador do Corinthians Walter Casagrande compartilhou uma foto nas redes sociais recebendo a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Casão foi vacinado com o imunizante produzido pela Pfizer, em uma unidade localizada próxima ao bairro do Morumbi, em São Paulo.

Casagrande tem 58 anos e sofreu um infarto em 2015. Ele conta que precisou passar por uma angioplastia (procedimento de desobstrução nas artérias) e teve dois stents colocados nos vasos sanguíneos afetados. Por isso, faz parte da lista de pessoas com comorbidade.

"A vacinação é a nossa única salvação. O isolamento, a máscara, o álcool em gel têm que continuar depois da vacinação. Não existe tratamento precoce, não existe cloroquina, nenhum outro medicamento [para a covid-19], que não seja a vacina. Tudo o que essas pessoas falam desses outros medicamentos é tudo fake, não tem nenhuma pesquisa científica assinada que diz que esses medicamentos ajudam em alguma coisa [no tratamento da covid]", disse ele ao UOL Esporte.

A única coisa que existe no momento é a vacinação. As pessoas precisam ir se vacinar, é muito importante!
Walter Casagrande

Ao UOL, bem como nas redes sociais, o comentarista se disse agradecido a amiga e apresentadora Astrid Fontenelle, que indicou o posto de vacinação onde ele recebeu o imunizante.

"Acabei de tomar a vacina para a covid-19! Fiquei muito feliz em ver as pessoas esperançosas na fila. Quero mandar um beijo enorme para todas as pessoas que estão trabalhando nos postos de saúde e dando vida as pessoas num momento de morte", escreveu ele na rede social.

No início de abril, Casagrande publicou um vídeo contando que se recuperou da covid-19 após ser infectado dias antes.

UOL Esporte vê TV