PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

João Guilherme 'protesta' por gás em campo e não 'grita' em gol do Atlético

Hulk sofre com gás lacrimogêneo durante jogo da Libertadores - Reprodução
Hulk sofre com gás lacrimogêneo durante jogo da Libertadores Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

13/05/2021 23h12

O narrador João Guilherme, do Fox Sports, se justificou após não "gritar" no gol de Guilherme Arana na partida entre América de Cali e Atlético-MG, pela Libertadores. Ele explicou que a reação se deu por conta dos incidentes envolvendo os protestos na Colômbia e que paralisaram o jogo em diversas ocasiões.

"Peço perdão à massa atleticana porque eu não narrei o gol do Guilherme Arana como deveria e como a torcida do Atlético merece, mas tenho certeza que o telespectador entende o motivo. Peço perdão a você que está nos acompanhando", disse.

América de Cali x Atlético-MG foi interrompido quatro vezes somente no primeiro tempo devido ao efeito do gás lacrimogêneo e bombas atiradas fora do Estádio Romelio Martínez, em Barranquilla. Os protestos populares acontecem em várias cidades da Colômbia contra medidas do governo na área tributária.

Em determinado momento, a nuvem de gás chegou até o gramado, e os jogadores foram afetados. Quando o jogo voltou, era possível ouvir as bombas do lado de fora do estádio. Antes do apito inicial, as explosões tomaram todo o minuto de silêncio.

"Obrigado a você e ao futebol, que mesmo em um momento difícil, em uma noite triste, consegue nos proporcionar um momento de alegria através da arte de jogar bola", declarou João Guilherme ao término da partida.

Na noite de ontem, a partida entre Júnior Barranquilla e River Plate também foi interrompida por conta dos efeitos do gás nas manifestações. Atlético Nacional e Nacional-URU precisou ser adiado em um hora em meio ao cenário caótico no país.

UOL Esporte vê TV