PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Herói da vitória do Palmeiras, Renan fala sobre gol salvador: 'Um sonho'

Renan, zagueiro do Palmeiras, em entrevista ao "Seleção SporTV" - Reprodução / SporTV
Renan, zagueiro do Palmeiras, em entrevista ao 'Seleção SporTV' Imagem: Reprodução / SporTV

Do UOL, em São Paulo

22/04/2021 14h32

Atual campeão, o Palmeiras sofreu, mas venceu na estreia da Libertadores. Já com um jogador a menos em campo, o time bateu o Universitario (PER) por 3 a 2, no estádio Monumental de Lima, na capital do Peru, com um gol do zagueiro Renan literalmente no último lance da partida.

Formado nas categorias de base do Alviverde, o herói da vitória da noite de ontem foi o convidado do 'Seleção SporTV' e falou sobre a emoção de ter feito o gol do triunfo palmeirense.

"Parece que não acordei ainda, parece que estou vivendo um sonho depois de ter feito o gol da vitória de ontem. Nem nos meus melhores sonhos eu imaginei fazer um gol na Copa Libertadores da maneira que foi. Foi um gol muito importante e vai nos ajudar muito no seguimento da competição", disse Renan.

O zagueiro afirmou que o gol marcado foi fruto de muito trabalho e revelou que sabia onde a bola iria chegar para fazer o cabeceio.

"O lance do gol é uma jogada que a gente treina bastante. Eu percebi que o Scarpa ia bater e eu conheço bem como ele bate na bola. Normalmente, a bola dele vem muito rápida e percebi que tinha um espaço que eu poderia atacar a bola para fazer o gol. Confesso que eu não vi que o Rony estava ali, não vi ninguém. Só olhei para a bola e tentei direcionar no gol", comentou.

O zagueiro de 18 anos também falou sobre a transição da base para o time profissional e afirmou que a presença de outros garotos dá tranquilidade para corresponder o esperado.

"Acho que o fato de ter o Patrick de Paula, Danilo e Gabriel Menino jogando regularmente me dá mais tranquilidade. É importante ter a confiança dos companheiros que eu já conheço e assim consigo me adaptar mais rápido ao profissional. Acho que ter eles no elenco me ajuda bastante e a pressão sempre vai existir por jogar no Palmeiras. Mas procuro pensar que foram eles que abriram as portas para o resto da base do Palmeiras. Isso facilita nossa adaptação", completou.

Com a vitória sobre o Universitario (PER), o Palmeiras é o líder do Grupo A da Libertadores já que Independiente Del Valle (EQU) e Defensa y Justicia (ARG) ficaram no empate por 1 a 1 na noite de ontem. O Palmeiras volta a campo amanhã, pelo Campeonato Paulista, e encara o Guarani em Campinas às 20h.

UOL Esporte vê TV