PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Sheik e Cicinho criticam 'vaquinha' no Corinthians: 'Tiro no pé'

Emerson Sheik critica "vaquinha" virtual para ajudar Corinthians - Reprodução/SBT
Emerson Sheik critica 'vaquinha' virtual para ajudar Corinthians Imagem: Reprodução/SBT

Colaboração parao UOL, em São Paulo

06/04/2021 00h45

Os comentaristas Emerson Sheik e Cicinho criticaram a possível realização de uma "vaquinha" para sanar as dívidas contraídas pelo Corinthians para a construção da Neo Química Arena.

No "Arena SBT" de hoje, a dupla criticou a iniciativa da Gaviões da Fiel, principal torcida organizada do clube. Cicinho também se preocupou com o aumento da cobrança caso os torcedores "invistam" no Alvinegro.

"O que a gente vê são diretores desesperados tentando mexer com a emoção dos torcedores, que são extremamente apaixonados. (...) A gente via matérias de torcedores corintianos vendendo moto para poder assistir o Mundial lá no Japão. Usa desse sentimentalismo para tentar convencer o torcedor. Agora, o que me assusta é: E se acontece mesmo? O torcedor já tem cobrado as equipes de uma maneira excessiva, imagina o torcedor investindo...", falou Cicinho.

Já Sheik vê a iniciativa como um "tiro no pé". O ex-jogador, porém, afirmou que "não tem vaquinha" no Corinthians.

"Lá no Corinthians não tem vaquinha, não. Tem que buscar bem essa informação aí. As fontes não falham. Não tem vaquinha, não. O futebol profissional não confirmou isso não. 'Futebol profissional é uma coisa, Parque São Jorge é outra', ouvi isso", disse Sheik.

"Se a intenção ali era boa, erraram bastante. E, pro torcedor, isso é horrível, dá motivos para o rival zoar. Tudo que o torcedor não quer. (...) Realmente foi um tiro no pé quem teve essa péssima ideia", completou.

UOL Esporte vê TV