PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Pedrinho questiona méritos de diretoria: 'Fla saiu contratando e deu sorte'

Pedrinho, ex-Vasco e Palmeiras, na função de comentarista - Reprodução/SporTV
Pedrinho, ex-Vasco e Palmeiras, na função de comentarista Imagem: Reprodução/SporTV

Do UOL, em São Paulo

22/02/2021 16h16

Os números de Gabigol, Arrascaeta e Bruno Henrique com a camisa do Flamengo impressionam. Até hoje, o trio acumula 155 gols e 83 assistências. Na vitória por 2 a 1 sobre o Internacional na tarde de ontem, a parceria deu resultado mais uma vez. O Flamengo empatou a partida com gol de Arrascaeta e assistência de Bruno Henrique, e virou o placar com gol de Gabigol após passe do meio-campista uruguaio.

O sucesso, no entanto, não foi planejado pela diretoria rubro-negra, segundo Pedrinho, comentarista do Grupo Globo. Para ele, a equipe deve agradecer ao treinador Jorge Jesus, responsável por construir um modelo que potencializasse o trio.

"O Flamengo não imaginou montar um time com esses atletas juntos. Apenas saiu contratando e teve a sorte de ter um treinador que soube encaixar todos eles dentro de campo. Não houve o planejamento antes das contratações. Eles iam disputar posições entre si. Foi o Jorge Jesus que deu essa possibilidade", disse Pedrinho na edição de hoje do 'Seleção Sportv'.

Narrador do Grupo Globo, Luís Roberto concordou com o comentarista e afirmou que não basta contratar jogadores de alto nível para que funcionem dentro de uma equipe.

"Ninguém imaginaria que Bruno Henrique, Arrascaeta e Gabigol funcionariam tão bem juntos. É impressionante o número de gols e assistências deles juntos. Isso não acontece só porque você contratou caras de altíssimo nível. Não é uma fórmula que basta você contratar, que dará certo. Mas no Flamengo, esses três deram muito certo. É uma química absurda que rola entre eles, e o Gabigol não só é decisivo, como é a peça-chave. Ele escolhe como os outros vão flutuar em torno dele", completou.

Após a vitória sobre o Internacional, o Flamengo assumiu a liderança do Brasileirão pela primeira vez na temporada e só depende de si para conquistar o bicampeonato na próxima quinta-feira, contra o São Paulo, no Morumbi.

UOL Esporte vê TV