PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

'Jesus deve mais ao Flamengo do que o Flamengo deve a ele', diz Galvão

Galvão Bueno celebra aniversário de 80 anos de Gérson - Reprodução/SporTV
Galvão Bueno celebra aniversário de 80 anos de Gérson Imagem: Reprodução/SporTV

Do UOL, em São Paulo

18/02/2021 16h19

Jorge Jesus não vem tendo vida fácil no Benfica (POR). A equipe é apenas a 4ª colocada no Campeonato Português, 13 pontos atrás do líder Sporting (POR). As chances de título estão praticamente descartadas já que nenhum time na história do torneio conseguiu descontar tamanha desvantagem.

Narrador do Grupo Globo, Galvão Bueno afirmou na edição de hoje do 'Seleção Sportv' que o trabalho realizado no Flamengo de 2019 foi o ponto fora da curva na trajetória de Jorge Jesus.

"O Jorge Jesus é um ótimo técnico. Mas esse trabalho do Benfica explica muita coisa. Inverteram a ordem das coisas. O Jesus deve mais ao Flamengo do que o Flamengo deve ao Jesus. A grande obra dele foi esse tempo que ele teve no Flamengo", disse o narrador.

Galvão lembrou que o treinador nunca foi unanimidade em Portugal e que talvez o treinador tenha deixado uma falsa impressão quando retornou a Portugal.

"Ele tinha uma história só em Portugal de alguns sucessos e fracassos. O grande momento da vida dele foi dirigindo o Flamengo em 2019. Andaram invertendo um pouco essa ordem de importância", completou.


Abel Braga quer lealdade

Enquanto Jorge Jesus abandonou o Flamengo para retornar a Portugal, o técnico Abel Braga vive sob a sombra da iminente chegada de Miguel Ángel Ramírez após o término do Brasileirão no Internacional.

Paulo Vinícius Coelho afirmou na edição de hoje do 'Seleção Sportv' que o treinador colorado deve ser parabenizado pelo trabalho que realiza com a equipe gaúcha.

"Tudo que o Abel quer no Inter é lealdade. Ninguém vai confirmar se o Abel sai no fim do campeonato para chegar o Ramírez. Mas tudo que deve ser feito é reverência ao Abel Braga. Por tudo que ele passou nos últimos três anos. Ele merece ser reverenciado por ser o maior técnico da história do Internacional. Ele vai sair do Internacional, vai para casa descansar e vai ficar recebendo aplausos até ele decidir trabalhar novamente, se for campeão brasileiro. Problema que no futebol brasileiro as biografias são rasgadas", disse PVC.

Em entrevista ao 'Seleção Sportv' na tarde de ontem, o presidente Alessandro Barcellos não confirmou que existe pré-contrato ou acordo verbal com Ramírez e garantiu que o Inter só trata de assuntos relacionados ao comando técnico com Abel Braga.

UOL Esporte vê TV