PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Firula ou estilo? Comentaristas da ESPN divergem sobre pênalti de Rony

Fábio Luciano critica Rony por pênalti em derrota do Palmeiras no Mundial - Reprodução/ESPN
Fábio Luciano critica Rony por pênalti em derrota do Palmeiras no Mundial Imagem: Reprodução/ESPN

Colaboração para o UOL, em São Paulo

12/02/2021 14h07

A cobrança de pênalti de Rony na derrota do Palmeiras para o Al-Ahly, do Egito, na disputa pelo terceiro lugar do Mundial de Clubes dividiu a bancada do "Bate-Bola Debate".

Enquanto Fábio Sormani e Celso Unzelte não condenaram o atacante por desperdiçar a primeira penalidade alviverde após empate sem gols no tempo regulamentar. Já Fábio Luciano - assim como o jornal espanhol Marca - detonou a "firula" do camisa 11. Além dele, Luiz Adriano e Felipe Melo também perderam suas cobranças. Scarpa e Gustavo Gómez converteram.

"Não condeno esse tipo de cobrança. É o jeito que o cara escolheu para bater. O que foi pior, a cobrança do Rony ou a do Felipe Melo? Para mim, tanto faz. Os dois perderam. E o Luiz Adriano que nem o gol acertou. É o jeito que ele achou que seria o mais confortável para ele. Não deu certo, como não deu certo para o Felipe Melo e para Luiz Adriano", falou Sormani.

"Eu também não condeno, não. Eu prefiro lembrar que ele foi o homem com mais assistências na Libertadores, com gols e com lançamento para o gol do título. Diante de tudo isso, esse pênalti do Rony é dissolvido no copo d'água", completou Unzelte.

Já Fábio Luciano criticou o estilo do atacante e o aconselhou a mudar a forma com que bate penalidades.

"Eu não engulo isso. (...) É muita coisa para você pensar. Eu respeito. A bola entrou, eu dou os parabéns, mas quando não entra, o peso é muito grande. Não é hora. Ali, é hora de ser sério. Ali não tem tempo, ali não tem movimento, é sair do meio de campo, focar no canto que você vai bater, chapar e agradecer a Deus. Desvia muito a atenção. Acho que o Rony pensou em um milhão de coisas ali. Todo esse movimento que o Rony faz não vai ajuda-lo em nada na hora da cobrança. Se ele bate assim, se ele treina assim, que mude. Todo esse movimento que ele faz não muda em nada a batida. Tudo que ele fez ali foi firula", discordou o ex-jogador.

UOL Esporte vê TV