PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Galvão condena ataque a ônibus do São Paulo e cobra Ministério Público

Galvão Bueno detona ataque a ônibus do São Paulo - Reprodução/SporTV
Galvão Bueno detona ataque a ônibus do São Paulo Imagem: Reprodução/SporTV

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/01/2021 00h13

Galvão Bueno se incomodou com o ataque ao ônibus do São Paulo antes do empate em 1 a 1 com o Coritiba, no último sábado, pelo Campeonato Brasileiro.

No "Bem, Amigos", o narrador chamou os responsáveis pelo ataque de "bandidos" e cobrou uma ação do Ministério Público. De acordo com o clube, 14 pessoas foram identificadas e presas.

"Não podemos falar que é torcedor. Eu sempre chamo a atenção do Ministério Público. Eles foram identificados, presos. O Ministério Público tem que abrir processo contra eles. Eles têm que ser julgados e punidos. Não é torcedor, é, no mínimo, vândalo. Eu costumo chamar de bandido. Quem faz isso é bandido", criticou Galvão.

"Foi quase um terrorismo, na verdade, porque acharam bombas", completou Walter Casagrande.

"Não pode. Não é torcida, é bandido!", seguiu o narrador.

UOL Esporte vê TV