PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

'Já foi superada', diz Caio Ribeiro sobre discussão com Casagrande

Caio Ribeiro participando do Pânico, na Jovem Pan - Transmissão Jovem Pan
Caio Ribeiro participando do Pânico, na Jovem Pan Imagem: Transmissão Jovem Pan

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/01/2021 14h54

Caio Ribeiro participou do Programa Pânico hoje, 26, e foi questionado sobre a discussão que protagonizou com Walter Casagrande durante o 'Bem, Amigos', quando disse que Raí, do São Paulo, deveria se limitar a falar apenas de futebol, o que foi pontuado pelo ex-jogador do Corinthians como 'antidemocrático'.

"Claro que fiquei desconfortável da forma que foi tratado. Já foi superado, está tudo certo. Eu lamento que tenham transformado uma discussão em um ponto de vista político, quando eu nunca defendi ponto de vista político. Meu posicionamento foi de descordar do Raí, mesmo tendo respeito e carinho por ele, só que acho que quando você representa algo maior que você, você tem que ter cuidado com o posicionamento, que pode respingar na instituição", disse ele, que completou:

"Não falei que sou a favor, contra, concordou ou discordo com o Bolsonaro. E levaram a discussão para esse lado e as pessoas ficam irritadas, nervosas. Não foi a primeira e nem a última, eu vou manter meu ponto de vista e sempre com essa conduta", enfatizou.

Ainda sobre sua forma de agir nos programas, Caio afirmou que é contra as visões extremistas que os profissionais colocam em discussão. Para ele, opiniões divergentes não conseguem mais causar críticas construtivas, o que ele gosta de prezar sempre que faz uma observação sobre algo ou alguém.

"Eu tenho minha linha de conduta, tem público para todo mundo. Nós somos formadores de opinião, mas o poder é de quem tem o controle remoto, mudar de estação. O que eu concordo com você é que existe ume extremismo, que as pessoas não defendem conceitos, defendem seus pontos de vista e interesses. Não existe discussão enriquecedora com opiniões divergentes. Eu sempre gosto de fazer críticas construtivas. Eu sei que o cara tem uma família e tem que tomar cuidado com o que fala e como fala", finalizou.

UOL Esporte vê TV