PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Edílson relembra episódio de emboscada e afirma: 'Sensação horrível'

Edílson, comentarista do "Donos da Bola" - Reprodução/Band
Edílson, comentarista do 'Donos da Bola' Imagem: Reprodução/Band

Do UOL, em São Paulo

25/01/2021 14h57

O São Paulo apenas empatou em casa com o Coritiba e chegou ao quinto jogo sem vencer no Campeonato Brasileiro. O ônibus da delegação sofreu uma emboscada e foi atingido por pedras a caminho do Morumbi. O GATE (Grupo de Ações Táticas Especiais) da Polícia Militar entrou em ação para desarmar artefatos explosivos e 14 pessoas foram identificadas e presas após o ataque. Nenhum dos passageiros ficou ferido.

Comentarista do 'Jogo Aberto', Edílson relembrou episódio parecido quando ainda era jogador profissional e detalhou o que se passa na cabeça dos atletas nessas situações.

"Eu já passei por uma situação parecida com essa que aconteceu com o São Paulo nessa emboscada. É uma sensação horrível porque você não sabe o que está acontecendo. Não sabe se é pedra, se é tiro, você não sabe de onde vem. Aí todo mundo se joga no chão do ônibus, um se jogando em cima do outro para tentar se proteger", disse o comentarista.

Edílson afirmou que protestos violentos não contribuem para que a equipe dê uma resposta dentro de campo.

"Isso aí não ajuda em nada os jogadores dentro de campo. Eu queria saber o que leva um torcedor sair de casa e tramar uma ação como essa. Quando passei por isso, teve uma repercussão muito grande. Eu achei que nunca mais ia ver algo assim. É muito triste e isso abala qualquer jogador", completou.

Sem vencer há cinco partidas no Campeonato Brasileiro, o São Paulo tenta se reencontrar com a vitória no próximo domingo. A equipe encara o Atlético-GO, às 16, em Goiânia.

UOL Esporte vê TV