PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

'Seria a maior pipocada da história do Palmeiras', diz Facincani

Felippe Facincani, comentarista dos canais ESPN - Reprodução
Felippe Facincani, comentarista dos canais ESPN Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

13/01/2021 13h12

O Palmeiras foi derrotado pelo River Plate por 2 a 0 na noite de ontem, mas pela soma dos resultados, o clube paulista avançou à final da Copa Libertadores. A equipe comandada por Abel Ferreira foi amplamente dominada pelos argentinos e viu o árbitro de vídeo anular um gol e retirar um pênalti marcado a favor dos comandados de Marcelo Gallardo.

Felippe Facincani, comentarista dos canais ESPN, afirmou na edição de hoje do 'BB Debate' que a interferência do árbitro de vídeo evitou o que seria a maior frustração da história do Alviverde.

"O River ontem foi um atropelo. Se o Palmeiras é eliminado ontem, seria a maior frustração, a maior pipocada da história do Palmeiras. Se o árbitro não anula o terceiro gol do River, o Palmeiras teria levado o quarto e quinto gols. O jogo não terminaria nos pênaltis. O River passaria no tempo normal", disse o comentarista.

Facincani comparou a apresentação do Palmeiras com o fatídico 7 a 1 da Copa do Mundo de 2014, quando a Seleção Brasileira foi derrotada pela Alemanha.

"Se esperava um jogo brigado, talvez o River um pouco melhor, mas 11 a 0 em finalizações do River Plate foi o 7 a 1 da história do Palmeiras que felizmente não terminou da forma trágica que a Seleção Brasileira teve em 2014. O VAR evitou o 7 a 1. A melhor palavra que define o palmeirense após o jogo é: estado de choque. O torcedor não acredita que passou para final e não acredita no que viu", completou.

Após 20 anos, o Palmeiras está em uma final de Copa Libertadores novamente. O adversário sai do confronto desta noite entre Santos e Boca Juniors.

UOL Esporte vê TV