PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Claudinho minimiza bronca de Diniz e vê Tchê Tchê 'acostumado'

Claudinho comemora gol marcado pelo Bragantino contra o São Paulo - Diogo Reis/AGIF
Claudinho comemora gol marcado pelo Bragantino contra o São Paulo Imagem: Diogo Reis/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

08/01/2021 12h46

Autor de um dos gols da vitória do Red Bull Bragantino sobre o São Paulo, por 4 a 2, o meia-atacante Claudinho minimizou a bronca de Fernando Diniz em Tchê Tchê no primeiro tempo do jogo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em entrevista à ESPN, Claudinho afirmou que o elenco tricolor está "acostumado" com o jeito do comandante. O jogador, porém, admitiu que o técnico adversário "foi um pouco pesado" ao chamar seu volante de "perninha" e "mascaradinho".

"Na hora do jogo, eu não escutei muito bem. Eu escutei algumas coisas, mas não prestei muita atenção, não sabia com quem ele estava falando. Só fui ver depois do jogo. Mesmo não trabalhando, a gente sabe que é um pouco do jeito do Diniz", falou Claudinho.

"Algumas palavras, algumas coisas, ele foi um pouco pesado, mas a gente sabe que é o jeito dele. Ele trata assim os jogadores que trabalham com ele. Eu acho que estão acostumados, principalmente o Tchê Tchê, que trabalhou com ele desde o Audax. Eu acho que, se fosse comigo, eu também teria trabalhado com ele no dia a dia, e saberia que é o jeito dele, não levaria para o lado pessoal. Tentaria conversar com ele no vestiário e acertar da melhor forma possível", completou.

Segundo apurou o UOL Esporte, Tchê Tchê se assustou com os xingamentos do treinador no banco de reservas. Apesar disso, não houve qualquer rusga entre as partes.

Futebol